'Pequeno segredo' vai receber R$ 197 mil para fazer campanha pelo Oscar

O dinheiro virá do Programa de Apoio ao Oscar da Ancine e é oferecido a todos os concorrentes do Brasil desde 2008

por Estado de Minas 25/11/2016 10:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Diamond Films/Reprodução
'Pequeno segredo' conta a emocionante história da adoção da menina Kat pela família Schürmann. (foto: Diamond Films/Reprodução)
Pequeno segredo, do cineasta David Schürmann, foi selecionado para representar o Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2017. Para realizar sua promoção internacional, o filme vai receber R$ 197 mil do governo brasileiro. O dinheiro virá do Programa de Apoio ao Oscar, da Ancine (Agência Nacional do Cinema). 

O longa-metragem foi escolhido em setembro como representante do país entre 17 inscritos. Controversa, a ecolha foi feita em meio a polêmica sobre uma possível retaliação do governo ao filme Aquarius, depois que o elenco fez um protesto contra o impeachment no tapete vermelho do Festival de Cannes, na França. 
 

Este tipo de ajuda é oferecida a todos os concorrentes do Brasil desde 2008. No ano passado, Que horas ela volta?, recebeu do governo cerca de US$ 62 mil. 

Pequeno segredo ainda não foi indicado ao Oscar. Para que isso ocorra, é necessário que os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood escolham o filme para concorrer na categoria. O dinheiro, portanto, é utilizado em campanhas publicitárias convidando os jurados a assistirem o trabalho. 

Os indicados às todas as categorias da premiação serão anunciados no dia 24 de janeiro. A 89ª cerimônia do Oscar vai ocorrer em 26 de fevereiro de 2017, em Los Angeles, nos Estados Unidos. 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA