'Aquarius' é indicado ao Spirit Awards, importante prêmio independente dos EUA

Longa do pernambucano Kleber Mendonça Filho concorre na categoria Melhor Filme Internacional

por Diário de Pernambuco 23/11/2016 10:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Vitrine Filmes/Divulgação
Fora da disputa pelo Oscar, 'Aquarius' segue fazendo sucesso no cenário internacional (foto: Vitrine Filmes/Divulgação)
Aquarius, mais recente longa-metragem do pernambucano Kleber Mendonça Filho, está entre os indicados ao 32º Spirit Awards, principal premiação norte-americana de cinema independente. O filme, estrelado por Sonia Braga, concorre na categoria Melhor Filme Internacional. A cerimônia de entrega dos prêmios será no dia 25 de fevereiro, na Califórnia.
 
Aquarius concorre com o grego Chevalier, o alemão Toni Erdmann, o francês Três lembranças da minha juventude e o iraniano Sob a sombra. Na categoria Melhor filme, um dos destaques é a cinebiografia da ex-primeira dama dos Estados Unidos Jackie Kennedy, estrelada por Natalie Portman, que também concorre na categoria Melhor Atriz.

Os antecipados longas Moonlight, sobre a vida de um jovem negro da periferia, e American honey, sobre as aventuras de uma adolescente viajando pelo interior dos Estados Unidos, lideram a premiação, com seis indicações cada.

Apesar do Spirit Awards consagrar apenas produções independentes, a premiação serve de termômetro para o Oscar. Nos últimos três anos, os ganhadores de Melhor Filme foram os mesmos nas duas cerimônias: Spotlight - Segredos revelados em 2016, Birdman ou (a inesperada virtude da ignorância) em 2015 e 12 anos de escravidão em 2014. Aquarius, entretanto, está fora da disputa pela estatueta mais cobiçada do cinema: foi preterido por Pequeno segredo, de David Schürmann, na seletiva nacional para representar o Brasil na categoria de Melhor Filme Estrangeiro do Oscar.

 

Em Aquarius, Sonia Braga é Clara, uma jornalista viúva e mãe de três filhos. Sobrevivente de um câncer de mama, Clara mora sozinha em um antigo prédio na Avenida Boa Viagem e se recusa a deixar o local, mesmo após uma grande construtora comprar todos os outros apartamentos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA