Roteiro inédito de Bergman vai virar filme

Originalmente, o projeto era uma parceria entre o sueco, Kurosawa e Felini

por Redação EM Cultura 27/10/2016 11:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Bonniers Hylan/Reprodução
Ingmar Bergman, diretor de filme como 'Morangos silvestres' e 'O sétimo selo' (foto: Bonniers Hylan/Reprodução )
 

 

Um roteiro inédito do diretor sueco Ingmar Bergman (1918 - 2007) será levado às telas quase cinquenta anos depois de ser escrito. Sixty-four minutes with Rebecka (“Sessenta e quatro minutos com Rebecka") foi idealizado, a princípio, como uma parceria entre Bergman e os cineastas Akira Kurosawa e Federico Felini.


Agora, o texto está nas mãos da sueca Suzanne Osten, que dirigiu os filmes Um skinhead no divã (1993) e Os irmãos Mozart (1986). Primeiro, a história vai ao ar em uma leitura na rádio pública da Suécia, no dia 6 de novembro. Logo em seguida, Osten começa as filmagens do longa, que espera estrear em 2018.


A história segue uma professora grávida que explora a sexualidade durante a efervescência política dos movimentos de 1968. Em entrevista ao jornal sueco Dagens Nyheter, Osten afirmou que o roteiro é “feminista, queer, homoerótico e anti-autoritário. É um script incrivelmente corajoso, complexo e radical”.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA