'Pequeno segredo' desbanca 'Aquarius' e é o representante do Brasil na disputa pelo Oscar

Longa de David Schurmann vai tentar vaga na categoria melhor filme em língua estrangeira

por Estado de Minas 12/09/2016 13:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

O longa 'Pequeno segredo', de David Schurmann, foi o escolhido pelo Brasil para tentar uma vaga na disputa pelo Oscar 2017 de melhor filme em língua estrangeira.

Diamond Films Brasil/Divulgação
Julia Lemmertz é uma das estrelas de 'Pequeno segredo' (foto: Diamond Films Brasil/Divulgação)

O Ministério da Cultura (MinC) fez o anúncio nesta segunda-feira (12), em evento na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Estavam inscritos 16 filmes. A escolha foi precedida de uma polêmica envolvendo 'Aquarius', de Kléber Mendonça Filho.

 

Estrelado por Sonia Braga, o longa do diretor pernambucano concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes, em maio passado. Antes da sessão oficial do longa em concurso, a equipe fez um protesto contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, classificando-o como "golpe".

 

Um dos integrantes da comissão de seleção do aspirante brasileiro ao Oscar, o crítico paulista Marcos Petrucelli, discordou do protesto, chamando-o de uma "vergonha". Depois de outras declarações desabonadoras de Petrucelli sobre Mendonça Filho e da classificação do longa como imprópria a maiores de 18 anos (revista posteriormente), ganhou força a tese de que 'Aquarius' estava sendo prejudicado pelo Ministério da Cultura, como retaliação ao protesto feito em Cannes.

 

Parte dos membros inicialmente chamados para a comissão desistiu da participação, como a atriz Ingra Lyberato e o produtor e diretor mineiro Guilherme Fiúza, que alegou "razões pessoais" para deixar a comissão. O cineasta Bruno Barreto, que substituiu Fiúza, terminou sendo o presidente da comissão, que definiu a vitória de 'Pequeno segredo'.  

 

'Pequeno segredo' é um longa de ficção baseado em uma história real ocorrida com a família Schurmann, conhecida por navegar o mundo. A trama se centra na adoção da garotinha soropositiva Kat Schurmann, que também inspirou o livro best-seller homônimo escrito por Heloísa Schurmann.

 

No elenco estão Julia Lemmertz, Maria Flor, a atriz irlandesa Fionnula Flanagan, Marcello Antonye o ator neozelandês, Erroll Shand.



Assista ao trailer

 

 

 

 

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood é quem escolhe os indicados às categorias do Oscar. O anúncio dos concorrentes à 89ª edição do prêmio está marcado para 24 de janeiro. A cerimônia de premiação ocorre em 26 de fevereiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos.


Os brasileiros selecionados para concorrer nas últimas seis edições do Oscar foram "Que horas ela volta?", de Anna Muylaert, em 2016; "Hoje eu quero voltar sozinho", de Daniel Ribeiro, em 2015; "O som ao redor", de Kleber Mendonça Filho, em 2014; "O palhaço", de Selton Mello, em 2013; "Tropa de elite 2: O inimigo agora é outro", de José Padilha, em 2012; "Lula, o filho do Brasil", de Fábio Barreto, em 2011; e "Salve geral", de Sérgio Rezende, em 2010.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA