Ministro da Cultura é vaiado na abertura do Festival de Gramado

Marcelo Calero discursou do lado de fora do Palácio dos Festivais. Filme 'Aquarius' abriu programação e atriz Sonia Braga recebeu homenagem

por Julio Cavani 27/08/2016 10:23
Edison Vara/Divulgação
Marcelo Calero discursa em Gramado (foto: Edison Vara/Divulgação)
Gramado - Marcelo Calero, ministro da cultura do governo interino de Michel Temer, foi ao Rio Grande do Sul, na noite desta sexta, para assistir ao filme pernambucano Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, que abriu a programação do Festival de Cinema de Gramado. Antes do início da projeção, quando a marca do ministério apareceu na tela, uma parte da plateia o vaiou com intensidade e o chamou de "golpista" repetidamente.

O ministro ainda não havia visto Aquarius, mas já tinha feito comentários críticos a respeito do protesto contra o governo feito pelos artistas do filme no Festival de Cannes, quando o longa-metragem concorreu à Palma de Ouro.

Em Gramado, também estavam na plateia o pernambucano Alfredo Bertini, secretário nacional do audiovisual, e o jornalista paulista Marcos Petrucelli, que está na comissão que selecionará o representante do Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar.

Edison Vara/Divulgação
Sonia Braga recebe troféu Oscarito (foto: Edison Vara/Divulgação)
A atriz Sonia Braga, que interpreta Clara, personagem central de Aquarius, foi homenageada antes da exibição do filme. Ela recebeu o Trofeú Oscarito, dedicado ao conjunto da obra da artista, que já foi indicada ao Globo de Ouro pelo filme O beijo da Mulher-Aranha (finalista do Oscar em 1986). O prêmio foi entregue pelo cineasta Bruno Barreto, que a dirigiu em Dona Flor e seus dois maridos (1976) e Gabriela, cravo e canela (1983).

Na noite de abertura do Festival de Gramado, Marcelo Calero não subiu ao palco do cinema. Ele discursou antes do início da sessão, quando uma orquestra sinfônica fez um concerto no lado de fora do palácio.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA