Fox se desculpa por cartaz de X-Men acusado de incentivar violência contra a mulher

Imagem mostra a Mística (Jennifer Lawrence) estrangulada pelo vilão En Sabah Nur

por Diário de Pernambuco 06/06/2016 14:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Imagem repercutiu negativamente nas redes sociais
Twitter / Reprodução (foto: Imagem repercutiu negativamente nas redes sociais)
Nos últimos dias, uma arte promocional do filme 'X-Men: Apocalipse', exibida em outdoors dos Estados Unidos, gerou polêmica. A imagem mostra a Mística (Jennifer Lawrence) estrangulada pelo vilão En Sabah Nur (Oscar Isaac) e foi acusada de promover o machismo e a violência contra a mulher.

"Eles têm certeza de que a maneira de mostrar que ele é poderoso é agredindo uma mulher?", questionou um internauta. Outro, ainda alfinetou: "Lembre que é esta imagem que eles querem vender para seus filhos".

Após as reações negativas, a Fox anunciou que vai retirar os anúncios. Em nota, o estúdio reconheceu a arte como insensível.

“No nosso entusiasmo para mostrar a vilania do personagem Apocalipse nós não percebemos imediatamente a incômoda conotação desta imagem em sua versão impressa.Assim que nós percebemos o quão insensível isso foi, nós rapidamente tomamos medidas para remover esses materiais. Nós pedimos desculpas por nossas ações e nunca iríamos fechar os olhos para a violência contra as mulheres”, disse a empresa no comunicado enviado à imprensa internacional.

Situado em 1983, o filme mostra o jovem time dos X-Men contra a ameaça do primeiro e mais poderoso mutante. O elenco conta ainda com James McAvoy, Michael Fassbender, Sophie Turner, Evan Peters e Nicholas Hoult.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA