Academia pede desculpas por piadas de Chris Rock sobre asiáticos durante Oscar

Apresentador fez piada sobre a exploração de trabalho infantil em fábricas asiáticas

16/03/2016 09:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Mark Seliger/Reprodução/Facebook
(foto: Mark Seliger/Reprodução/Facebook)
Piadas feitas pelo apresentador Chris Rock durante a cerimônia do Oscar, no dia 28 de fevereiro, levaram a Academia de Hollywood a um pedido de desculpas público. Uma carta lamentando as ofensas foi assinada por 25 integrantes asiáticos da entidade. Entre os que participaram da elaboração do documento está Ang Lee, que já ganhou duas estatuetas de melhor diretor por O segredo de Brokeback Mountain e As aventuras de Pi. A indignação veio depois que Chris Rock convidou três crianças asiáticas ao palco e as apresentou como auditores dos resultados da premiação. Logo depois, o apresentador fez uma piada em alusão à exploração do trabalho infantil em fábricas asiáticas. "Se alguém ficou ofendido com essa piada, pode tweetar sobre isso em seu celular, que também foi feito por essas crianças", disse. Após a polêmica racial que precedeu a cerimônia, os integrantes da Acedemia se mostraram surpresos com as brincadeiras e disseram que estavam esperançosos que o evento mostrasse um caminho para a inclusão e diversidade. "A Academia agradece as preocupações demonstradas e lamenta que qualquer aspecto da transmissão do Oscar tenha sido ofensivo. Estamos comprometidos a fazer tudo o possível para garantir que o material dos futuros eventos seja mais sensível culturalmente. Estávamos esperançosos que o evento proporcionasse à Academia um caminho para avançar e uma ocasião para apresentar um exemplo espetacular de inclusão e diversidade. Em vez disso, a cerimônia do Oscar foi arruinada por um desafinado enfoque em seu retrato dos asiáticos", diz a carta.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA