Trajes dos primeiros filmes de 'Star wars' têm inspiração japonesa

Saiba mais sobre as roupas dos principais personagens da saga

por Correio Braziliense 17/12/2015 09:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

O uniforme branco dos soldados do Império, a capa e o capacete pretos de Darth Vader, os coques laterais da princesa Leia e a capa marrom de Jedi de Luke Skywalker viraram ícones tão sérios quanto o próprio roteiro de Star wars, por isso Michael Kaplan, responsável pelos figurinos de O despertar da força, ficou de olho neles. O estilo retrô futurístico de inspiração japonesa do figurinista John Mollo para os filmes dos anos 1970 e 1980 se perdeu na trilogia do século 21, quando uma profusão de seres mecanizados e aliens digitais invadiram as telas, mas Kaplan fez questão de recuperar essa ideia para a retomada de J. J. Abrams.


A Apple e o Terceiro Reich foram as principais inspirações. Em entrevista à Vanity Fair, o figurinista revelou que, ao imaginar os uniformes dos soldados do Império e das outras tropas procurou sempre pensar no que a Apple faria. A inspiração militar nazista para os personagens do Império também foi uma diretriz. Já as tropas e personagens rebeldes passaram por uma releitura em perspectiva temporal.

 

Três décadas se passaram desde que a princesa Leia apareceu pela primeira vez com um vestido branco e coques laterais e que Han Solo desfilou pela Falcon com seu colete preto de cowboy e malha justa branca. Kaplan tratou de atualizá-los, mas dentro de um universo coerente. Manteve, por exemplo, uma paleta de cores quentes em tons pasteis, com roupas em algodão e fibras naturais, para o lado rebelde, e um conjunto de azuis e metálicos trabalhados em figurinos estruturados para o lado negro da força.

 

Luke Skywalker

20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação
(foto: 20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação)
 Foi no universo dos irmãos plebeus de A fortaleza escondida que John Mollo buscou a inspiração para os trajes de Luke, especialmente nas cenas em Tatouine, quando o rapaz ainda é um simples fazendeiro. George Lucas queria que o personagem fosse a antítese de Darth Vader e por isso as roupas são sempre em tons claros e concebidas com simplicidade.

 

Princesa Leia

20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação
(foto: 20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação)
Mais uma vez as vestimentas japonesas são a inspiração. O primeiro figurino de Leia, um vestido branco solto, de gola alta e mangas largas, é uma releitura do tradicional quimono japonês, assim como os penteados estruturados da personagem. 

 

Han Solo

20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação
(foto: 20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação)
Inicialmente, Solo é apenas um forasteiro sem passado. Não fazia parte da Aliança Rebelde, não era herói nem vilão, por isso John Mollo e George Lucas idealizaram para ele um figurino que lembra aquele usado por pistoleiros e cowboys em filmes de faroeste. No cinto que levaria a pistola e as balas ficam a arma eletrônica e as cápsulas de energia para abastecê-la. O colete também é típico de pistoleiro.

 

Obi-Wan Kenobi

20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação
(foto: 20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação)
Novamente, o Japão inspira a capa com capuz do Jedi. “Lucas queria que fosse a roupa de um eremita meio maluco”, conta Hermes Barreto Netto. A roupa lembra um quimono, mas também os beduínos do deserto. Laurence d'Arábia teria sido uma das inspirações para o figurino de Obi-Wan. 

 

Darth Vader

20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação
(foto: 20th Century Fox/Lucasfilm/Divulgação)
Aqui, o traje dos samurais é facilmente reconhecido na silhueta de Vader. O capacete triangular, a capa e armadura estruturada lembram os tradicionais guerreiros do Japão antigo.

 

 

Quanto aos stormtroopers, a orientação de J. J. Abrams era mantê-los o mais fiel possível aos originais. Kaplan não chegou a usar os velhos figurinos, mas vasculhou os croquis originais de Lucas Film e manteve seu caráter icônico. “Ainda há 30 anos de diferença. Seria um pouco estranho ter os mesmos uniformes tanto tempo depois, com Leia e Han muito mais velhos”, disse à Vanity Fair.

 

O longa A fortelaza escondida, de Akira Kurosawa, foi uma das grandes inspirações para George Lucas ao conceber a série Star wars, por isso boa parte do figurino está ligada ao universo tradicional japonês. No filme, Kurosawa conta a história de dois camponeses que fogem da guerra e precisam proteger uma princesa. Especialista no figurino de Star wars, Hermes Barreto Netto fabrica as roupas do filme para pessoas que fazem cosplay desde os anos 1990. “Lucas queria que a parte visual do filme fosse muito importante e cada um dos personagens de Star wars é identificado pela silhueta”, explica.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA