Por que Darth Vader é um dos personagens mais adorados de 'Star wars'?

A sedução em torno do vilão tem a ver com algumas características do personagem, como o carisma e a relação de poder

por Correio Braziliense 09/12/2015 10:09

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução
(foto: Reprodução)
Entre os muitos personagens cativantes de Star wars, o cruel Darth Vader é uma incógnita. Mão de ferro do Império, capaz de destruir um planeta inteiro sem nenhuma compaixão, o pai de Luke Skywalker e da princesa Leia conquistou o coração de quem acompanha a saga. Mas qual o motivo dessa adoração dos fãs por um vilão? O visual arrojado e as frases inesquecíveis fazem parte da resposta.

Mas segundo Helena Moura, psicoterapeuta e integrante da Associação Brasileira de Psiquiatria, o vilão se destaca por diversos motivos. “Ele é bem-vestido e isso chama atenção. Mas não é apenas a estética, ele é poderoso e poder atrai”. De acordo com Helena, a relação entre o vilão e o público se consolida devido à identificação que se pode ter com Darth Vader. “Ele, apesar de todas as atrocidades, vai além do tirano. Nos primeiros filmes (episódios 4, 5 e 6), vemos traços de uma pessoa cuidadosa e preocupada, o que fica explícito nos demais episódios”, pondera.

 

 

 

Admiração

Além do universo Star wars, o amor pelos vilões é algo comum, segundo a psicoterapeuta. “Eles atraem admiração, costumam ser pessoas determinadas, têm a característica de ir atrás do que querem, sem receio”, comenta. Helena complementa que o mocinho tende a se privar das coisas que desejam, o que nem sempre é interessante.

O estudante Raphael Macedo é apaixonado pela história de Darth Vader. “É impossível pensar na saga e não pensar nele. É muito simbólico”, explica. Já para também estudante Luíza Kolarik, ter acompanhado a transformação de herói para vilão foi muito interessante. “Isso é o que faz Star wars especial, não é simplesmente o bem ou o mal. O Vader representa isso perfeitamente, ele encontra o equilíbrio. Isso é muito humano”, afirma.

A voz de um deus

Entre os estudiosos que já analisaram todo o universo criado por George Lucas, Joseph Campbell foi um pioneiro. Ele afirma que o universo da saga retrata um mito moderno. Lucas apostou na criação de uma mitologia própria, transformando o antigo em algo atual e acessível. Quando se pensa no sucesso da franquia, não se pode descreditar os inovadores efeitos especiais, que encantaram milhões ao redor do mundo. Mas é o simbolismo presente na história e a complexidade psicológica dos personagens que fazem com que a audiência se aproxime e se identifique com o mito.

Para Campbell, Darth Vader tem duas funções na série, a primeira é como sombra. Ele personifica o lado negro da força, aquilo que é desconhecido e temido. Nas próprias vestimentas e no capacete samurai, Vader traz a escuridão consigo, em oposição com as vestes claras do herói puro, Luke Skywalker. O comandante do Império também pode ser interpretado como um arauto, aquele cuja presença desencadeia o conflito da história. São as ações malignas de Vader que forçam Luke a deixar o planeta natal para lutar por uma galáxia livre.

Ao analisar o carisma de Darth Vader, além do simbolismo e misticismo, deve-se computar o incrível trabalho de voz do ator, James Earl Jones, nos episódios originais da saga. Inicialmente, o vilão teria a voz do ator que estava por baixo do famoso uniforme negro, David Prowse, mas George Lucas decidiu que precisava de algo mais sombrio. Nesse momento Jones foi convocado para um teste perante a produção. O curioso é que o dono de uma das vozes mais reconhecíveis do cinema é gago e, por muitas vezes, precisou parar gravações para se recompor. Frases como “sua falta de fé é perturbadora” e “eu sou seu pai” não seriam a mesma sem a voz profunda e impactante do ator.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA