Sandra Bullock atua em longa produzido por George Clooney sobre eleição na Bolívia

Filme 'Our brand is crisis' se inspira na corrida à presidência de 2002, em que Evo Morales, atual mandatário do país andino, saiu derrotado

por AFP 31/10/2015 18:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Dave Kotinsky/AFP
George Clooney produz longa sobre a política boliviana, em que Sandra Bullock vive consultora política (foto: Dave Kotinsky/AFP)
 

Sandra Bullock faz o papel de uma consultora política em Our brand is crisis, filme produzido por George Clooney, que conta a derrota de Evo Morales nas eleições presidenciais da Bolívia em 2002.   trama é baseada em um documentário do mesmo nome, realizado em 2005 por Rachel Boynton, sobre como o assessor do partido democrata James Carville ajudou Gonzalo Sánchez de Lozada a vencer as eleições de 2002 contra Morales. Sánchez de Lozada se demitiu um ano depois, em meio a uma sangrenta revolta popular, e Morales chegou à presidência em 2005, onde permanece até hoje.

O filme, que estreou na sexta-feira (30/10) nos Estados Unidos, é dirigido por David Gordon Green, conhecido por Pineapple express e Manglehorn. Jane Bodine, personagem de Bullock, chega a La Paz para tentar melhorar a imagem do candidato Castillo, interpretado pelo português Joaquim de Almeida, que aparece nas pesquisas com índices mínimos. Quando percebe que não reverterá a opinião dos bolivianos, Jane convence o candidato a "vender" aos eleitores uma nova ideia: a que a Bolívia atravessa uma profunda crise que apenas sua experiência poderá superar.


"É realmente divertido ver o que acontece nos bastidores da política", disse Clooney, durante a apresentação do filme em Los Angeles. "Isto ocorre na Bolívia, mas poderia ser em qualquer lugar", disse Bullock, que gravou durante uma semana no país andino.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA