Roteiro genérico prejudica versão cinematográfica de 'Peter Pan'

Longa dirigido por Joe Wright impressiona nas cenas de aventura, mas se perde em meio a fórmulas de blockbusters consagrados

por Julio Cavani 08/10/2015 11:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Warner Bros./Divulgação
Hugh Jackman ('X-Men') interpreta o vilão Barba Negra (foto: Warner Bros./Divulgação)
Peter Pan merecia mais do que ser usado como uma mera tentativa de preencher a lacuna deixada pelo fim da milionária série Harry Potter. O clássico personagem infantil volta aos cinemas nesta quinta-feira em um novo longa-metragem que mostra como ele chegou na Terra do Nunca, aprendeu a voar e tornou-se um líder tribal na luta contra os piratas. Com direção de Joe Wright (Orgulho e preconceito), o filme é uma aventura épica eficiente que não exagera nas apelações e prende a atenção, mas cujo resultado é um produto demasiadamente genérico, construído a partir da colagem de ideias de outros sucessos cinematográficos recentes.

A premissa inicial é parecida demais com a de Harry Potter, já que Peter (Levi Miller) é um garoto que cresceu em Londres, longe dos pais, e é levado para um mundo encantado onde descobre possuir poderes mágicos. Ele não é filho de feiticeiros, mas de um príncipe e uma fada, o que o torna predestinado a ser um líder na Terra do Nunca.

Peter Pan também tem ingredientes que lembram Moulin Rouge (clássicos do rock cantados em coro, recurso abandonado sem mais nem menos antes da metade do filme), Avatar (uma selva 3D habitada por um povo selvagem, com azul, rosa, roxo e verde vibrantes), Mad Max (um penhasco pedregoso onde escravos participam de rituais) e O Senhor dos Anéis (uma terra mitológica com criaturas gigantes formada por reinos identificados em um mapa). Os personagens coadjuvantes parecem uma mistura entre uma rave tribal e o Cirque du Soleil (um aspecto interessante são as referências visuais a coloridas culturas ancestrais manifestadas na figurino).

Assim como os filmes Harry Potter e O senhor dos anéis, Peter Pan é produzido pela Warner. O sucesso nas bilheterias pode definir se o projeto será transformado em uma trilogia. Hugh Jackman interpreta o vilão, o pirata Barba Negra (o ator não precisará voltar nos eventuais próximos episódios, até porque tem o maior cachê). O Capitão Gancho (vivido por Garrett Hedlund) é mostrado antes de virar malvado e pode retornar como inimigo oficial. Como uma das líderes da tribo de Pan, a atriz Rooney Mara desempenha o papel de representante feminina nas cenas de ação.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA