67ª Edição do Emmy é neste domingo, em Los Angeles

Mudança nos hábitos do telespectador, que deu força às plataformas de streaming, se reflete no perfil do prêmio

por Mariana Peixoto 20/09/2015 13:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação/HBO
(foto: Divulgação/HBO)
A cerimônia do 67º Emmy será hoje, no Microsoft Theater, em Los Angeles. No Brasil, a cargo do canal Warner, a transmissão da entrega dos prêmios tem início às 21h. Já o E! se encarrega exclusivamente do tapete vermelho, transmitindo a chegada dos indicados a partir das 19h.


Fosse 10 anos atrás, o prêmio máximo da TV norte-americana despertaria no Brasil interesse de um grupo pequeno de fanáticos por séries e só. Mas os tempos são outros, o número de espectadores é hoje enorme e não é exagero dizer que a premiação tem atualmente a mesma importância do Oscar.

Nesta noite, milhões de espectadores mundo afora vão ver (e repercutir nas redes sociais) se o campeão de indicações Game of thrones vai se dar bem nos prêmios principais, coisa que ainda não ocorreu em cinco anos da série. Nas categorias técnicas, entregues há uma semana no mesmo teatro, o épico da HBO saiu vencedor, com oito troféus.

Há quem se pergunte ainda se Mad Men, que terminou em maio, vai repetir o feito de Breaking bad em 2014, levando a maior parte dos prêmios de prestígio. E se este ano a seara das comédias vai finalmente deixar de lado Modern family (que já teve cinco vitórias seguidas) e dar chance a novas produções, como Transparent e Silicon Valley.

O melhor da produção dramatúrgica nos EUA está na TV e não no cinema. Quantos já disseram isso? “O terreno não é mais fértil para contar histórias e dramas no cinema como era antes”, já declarou Kevin Spacey. Duas vezes vencedor do Oscar, ele estará presente na festa desta noite para tentar levar seu primeiro Emmy como melhor ator em série dramática, como o impagável Frank Underwood de House of cards, que ganha uma quarta temporada em 2016.

“Acho que o público dos filmes de que sempre gostei migrou para a TV”, afirmou, há alguns anos, o cineasta Steven Soderbergh, outro que deverá participar do evento em Los Angeles – também oscarizado, concorre por direção pela série dramática The knick.

A importância do Emmy frente ao Oscar não é uma simples questão de dizer que a TV está melhor do que o cinema. É também consequência de uma mudança na maneira do consumo. A explosão do streaming, capitaneada pelo gigante do setor Netflix, se refletiu diretamente na produção dramatúrgica. House of cards é o primeiro filho (e o mais dileto) dessa safra. Lançado em 2013, o drama político entregou, de uma vez só, os 13 episódios da primeira temporada.

AUTONOMIA
Dessa forma, o espectador passou a ter autonomia. Escolhendo o que assistir, na hora que quiser, não necessita mais esperar uma semana para um novo episódio de sua série preferida. E passou também a não depender da TV, já que é possível assistir ao conteúdo no computador. O sucesso da Netflix fez com que todo mundo corresse atrás.

Na seara do streaming, seu concorrente mais forte, ao menos nos EUA, é a Amazon, que lançou em 2010 o Amazon Video. A fortaleza do e-commerce resolveu apostar no streaming com produções originais. Já vencedora de dois Globos de Ouro, a comédia dramática Transparent, sobre um homem idoso, pai e avô, que se torna uma mulher trans, concorre a 11 categorias.

É um número bastante expressivo, levando-se em consideração que a Netflix, com uma produção muito maior de séries, conseguiu 32 indicações. Canais a cabo, que têm uma tradição de boa dramaturgia, veem sua presença diminuir na cerimônia: tanto a AMC quanto o Showtime conseguiram 24 indicações cada um.

Há 43 anos no ar, a HBO é, desde sempre, a referência maior na teledramaturgia norte-americana. Foi ainda a responsável por Família Soprano (1999/2007), uma das primeiras produções a levar a qualidade do cinema para a TV e que se tornou um marco. Mesmo com a concorrência do streaming – ela correu também para a internet, oferecendo seu conteúdo para assinantes via aplicativo HBO Go – ainda lidera as indicações: 126 neste ano.

Números de indicações também refletem audiência, a principal arma (para o bem e para o mal) da produção televisiva. Na TV aberta, a série mais assistida da temporada 2014/2015 foi a policial NCIS (da rede CBS), com 17,5 milhões de telespectadores; na TV paga, mais uma vez a campeã foi Game of thrones (24 no total), que suplantou Família Soprano e tornou-se a produção mais assistida da HBO. Seu último episódio teve 8,1 milhões de telespectadores.

A medição da audiência norte-americana, realizada pelo instituto Nielsen, refere-se àqueles que assistiram às produções na hora em que estavam sendo exibidas pela TV. Mas como estamos falando também de outros modos de ver o mesmo conteúdo, esses números são sempre muito maiores, já que as produções continuam disponíveis na internet. É um caminho sem volta. Seja em que tela for.

z PRINCIPAIS INDICAÇÕES

SÉRIES DRAMÁTICAS
3 Série – Better call Saul; Downton abbey; Game of
thrones; Homeland; House of cards; Mad men; Orange is the new black
3 Atriz – Claire Danes (Homeland); Viola Davis (How to get away with murder); Taraji P. Hensen (Empire); Tatiana Maslany (Orphan black); Elisabeth Moss (Mad men); Robin Wright (House of cards)
3 Ator – Kyle Chandler (Bloodline); Jeff Danieles (The Newsroom); Jon Hamm (Mad men); Bob Odenkirk (Better call Saul); Liev Schreiber (Ray Donovan); Kevin Spacey (House of cards)

SÉRIES CÔMICAS
>> Série – Louie; Modern family; Parks and recreation; Silicon valley; Transparent; Unbreakable Kimmy Schmidt; Veep
>> Atriz – Eddie Falco (Nurse Jackie); Lisa Kudrow (The comeback); Julia Louis-Dreyfus (Veep); Amy Poehler (Parks and recreation); Amy Schumer (Inside Amy Schumer); Lily Tomlin (Grace and Frankie)
>> Ator – Anthony Anderson (Black-ish); Louis C.K. (Louie); Don Cheadle (House of lies); Will Forte (The last man on Earth); Matt LeBlanc (Episodes); William H. Macy (Shameless); Jeffrey Tambor (Transparent)

OUTRAS CATEGORIAS

>> Minissérie – American crime; American horror story: Freak show; Olive Kitteridge; The honourable woman; Wolf Hal
>> Filme para TV – Agatha Christie’s Poirot: Curtain, Poirot’s last case; Bessie; Grace of Monaco; Hello ladies: The movie; Killing Jesus; Nightingale
>> Animação – Archer; Bob’s burgers; Over the garden Wall; Os Simpsons; South park
>> Talk show – The Colbert report; The daily show with Jon Stewart; Jimmy Kimmel live!; Last week tonight with John Oliver; Tonight show starring Jimmy Fallon
>> Reality show – The amazing race; Dancing with the
 stars; Project runway; So you think you can dance;
Top chef; The voice

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA