Quer saber quem vai bombar no Oscar? Fique de olho em Toronto

'Born to be blue', 'Brooklyn', 'Truth' e 'Trumbo' despontam como primeiros candidatos sérios à disputa da Academia

por Carolina Braga 18/09/2015 16:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
Vencedor do último Oscar, Eddie Redmayne vive mulher trans em 'A garota dinamarquesa' (foto: Divulgação)
O Festival de Toronto não é nenhum adolescente na seara dos grandes eventos internacionais de cinema. A edição que termina no próximo domingo já é a 40ª. É fato que ao longo das quatro décadas, não atingiu popularidade e muito menos o culto de similares como Cannes, Veneza ou Berlim. Há, porém, uma tendência que ganha força nos últimos anos e atrai holofotes.

Cada vez mais o evento realizado na capital canadense entre 10 e 20 de setembro abre a badalada corrida pelos troféus dourados, especialmente o Oscar. Isso ocorre menos pelo foco do festival e mais pela época em que é realizado. O outono no hemisfério norte é a época em que os estúdios já finalizaram suas apostas e mandam brasa nas campanhas dedicadas à chamada temporada de prêmios.

Foi no ano passado em Toronto, por exemplo, que Julianne Moore e Eddie Redmayne apareceram nos papéis que deram a eles as estatuetas de melhores atores, respectivamente por "Simplesmente, Alice e "A teoria de tudo". Eles estão de volta em 2015. Agora, Julianne é uma policial diagnosticada com câncer, protagonista de "Freeheld". Redmayne - que já deu o que falar no Festival de Veneza - apresenta-se no certame canadense como uma mulher transexual em "A garota dinamarquesa", de Tom Hooper.
Divulgação
Julianne Moore pode voltar ao páreo da academia por papel dramático em 'Freeheld' (foto: Divulgação)
Se é fato que a bolsa de apostas começa ali, "Brooklyn", "Truth", "Born to be blue", e "Trumbo" são os primeiros a aparecer como potenciais candidatos. O tema da vez - imigração - é abordado em "Brooklyn", que conta a história de uma imigrante irlandesa (Saoirse Ronan) em Nova York no início do século.

"Trumbo", protagonizado por Bryan Cranston, astro de "Braking Bad", se volta aos bastidores de Hollywood. Ele encarna o roteirista Dalton Trumbo, perseguido pela indústria do cinema. O autor do clássico "A Princesa e o Plebeu" (1953), se recusou a cooperar com o Comitê de Atividades Antiamericanas do congresso e entrou para a lista negra.
Ethan Hawke, astro de "Boyhood", celebrado em 2014, foi aplaudido pela atuação como Chet Baker em "Born to be blue". O filme promete polêmica por ir além de uma simples cinebiografia. Fechando a prematura lista de apostas despontadas em Toronto está Cate Blanchett. A atriz tem chances de nomeação tanto pela atuação em "Carol" como também em "Truth".

No primeiro, exibido e elogiado em Cannes, ela interpreta uma mulher madura que se apaixona por uma jovem. No segundo é a produtora da rede de TV CBS. Em "Truth", longa dirigido por James Vanderbilt, Robert Redford é o apresentador Dan Rather. O filme conta os bastidores de uma reportagem veiculada em 2004 que apresentava documentos que comprovariam o alistamento do ex-presidente norte-americano George W. Bush Guarda Nacional para evitar a ida para a Guerra do Vietnã.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA