Falta de claquete leva documentário de Aretha Franklin aos tribunais

Erro banal cometido pelo diretor Sidney Pollack criou a impossibilidade de novas exibições do filme

09/09/2015 18:16

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução
Cantora quer impedir exibição do filme em festival (foto: Reprodução)
O documentário 'Amazing grace', produzido pelo diretor Sidney Pollack, conta a história de Aretha Franklin na igreja batista de Los Angeles New Temple Missionary. Um filme que marcou a época de seu lançamento, 1972, mas que atualmente é o centro de um embate judicial por um motivo inusitado.

À epoca da gravação, Pollack cometeu o erro de não levar a claquete para filmar cenas no templo. Além da função básica de demarcar planos e tomadas, o objeto serve como guia para a sincronia entre imagem e som na hora da edição.

Devido a falta de claquete, a primeira edição de 'Amazing grace' contem erros de sincronização, dando a impressão de que o filme foi mal dublado. Para a cantora, nem uma correção digital realizada alguns anos depois foi o suficiente. Além disso, ela alega que o diretor teria se comprometido a usar a filmagem apenas para fins não comerciais.

Após a morte de Pollack, em 2008, o filme foi adquirido pelo produtor Alan Elliot. O documento da cessão autoral revela que, para exibir o filme em qualquer meio, é necessária a autorização da cantora, o que não vem acontecendo e terminou em um embate judicial entre Elliot e Aretha.

Na decisão da Justiça de Denver, o juiz entendeu que a exibição do documentário pode causar um dano imediato e irreparável a Aretha, violando a privacidade e os dieritos da cantora como autora das imagens.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA