Documentário sobre pais homossexuais é proibido em escolas australianas

Produção sobre crianças com pais do mesmo sexo foi proibido nas escolas do estado mais populoso da Austrália

por AFP 27/08/2015 17:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Divulgação
Filme retrata a vida de quem foi criado por pais homossexuais (foto: Divulgação)
'Gaybe baby', documentário que mostra a vida de quatro crianças que crescem junto a pais homossexuais, deveria ser divulgado na sexta-feira nas escolas de ensino médio de Nova Gales do Sul, no âmbito de um dia de promoção da diversidade e da convivência.

Mas depois que o Sydney Daily Telegraph o converteu em assunto de primeira página, o ministro da Educação do Estado, Andrew Piccoli, decidiu proibi-lo, ao menos durante as horas de aula.

"Ordenei ao ministério da Educação que garanta que o filme não será divulgado durante as horas de aula", declarou.

Seu primeiro-ministro, Mike Baird, aplaudiu a decisão: "Compreendo a mensagem do filme, que é promover a tolerância, algo que apoio totalmente", disse à imprensa. "Mas isso deve ser feito durante as horas de aula? Acho que não. Deveria ser facultativo? Acredito que sim".

A diretora do documentário denunciou nesta quinta-feira as reações desproporcionais ao seu trabalho, que foi classificado como "não recomendado" para menores de 15 anos, antes de estrear nos cinemas na próxima semana.

"Acreditamos firmemente que nosso filme é benéfico para todos os alunos", disse Maya Newell no Facebook.

O governo federal do primeiro-ministro conservador, Tony Abbott, se opõe ao casamento homossexual, apesar do apoio crescente da opinião pública.

Atualmente, os casais do mesmo sexo podem assinar contratos de união civil e obter o reconhecimento de seu relacionamento na maioria dos estados australianos.

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA