CCBB recebe a 10ª Mostra Mundo Árabe de Cinema

Programação, que conta com filmes, palestras e shows, vai até o dia 30 de agosto

20/08/2015 10:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
CCBB/divulgação
(foto: CCBB/divulgação)
Até dia 30, a 10ª Mostra Mundo Árabe de Cinema ficará em cartaz no CCBB, em Belo Horizonte. É uma boa oportunidade para compreender culturas que, muitas vezes, nos chegam apenas pelo viés do preconceito. A programação não se limitará a filmes. Dia 28, o público vai bater um papo com Nirah Shirazipour, produtora do longa 'Marte ao amanhecer', e no dia 29 tem show de Cláudio Qairouz (qanun), do tunisiano Raouf Jemni (qanun) e Júnior Pita (violão de sete cordas), cujo repertório foi montado especialmente para o evento.

Hoje, a mostra será aberta por 'Karama não tem muros' (2012), às 19h30, e 'A casa das amoreiras' (2013), às 20h, ambos dirigidos por Sara Ishaq. As produções do Iêmen alcançaram repercussão mundial: a primeira concorreu ao Oscar 2014 na categoria curta documentário, enquanto a outra retrata revoltas populares a partir de dois pais de família obrigados a conviver com a repressão, em meio a protestos realizados em 2011.

Outro destaque é 'Sotto voce', do diretor marroquino Kamal Kamal, sobre impasses do cidadão diante da violência política. Esse filme foi programado para sábado, às 17h30.

Dia 28, às 19h30, será a vez de 'Marte ao amanhecer', que aborda conflitos de artistas que residem em lados opostos das fronteiras militarizadas de Israel. A fita se inspira na experiência do artista visual palestino Hani Zurob, do poeta judeu norte-americano Azzadeh e do pintor palestino Khaled.

10ª MOSTRA MUNDO ÁRABE DE CINEMA
Nesta quinta-feira – 'Karama não tem muros', de Sara Ishaq, 19h30; A casa das amoreiras, de Sara Ishaq, 20h. CCBB – Praça da Liberdade, 450, Funcionários, (31) 3431-9400. Ingressos: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA