Pela primeira vez, filmes brasileiros chegam a circuito comercial da China

Salas em Pequim vão exibir obras recentes do cenário nacional pelo projeto Semana do Cinema Brasileiro

por Fernanda Machado Agência Brasil 18/04/2015 16:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
'O lobo atrás da porta', de Fernando Coimbra, é uma das atrações na mostra brasileira (foto: Divulgação)
O filme 'Getúlio', de João Jardim, abriu a Semana do Cinema Brasileiro em Pequim. Durante o evento, serão exibidas obras de oito realizadores brasileiros em diferentes salas da capital chinesa. "É histórico: é a primeira vez que a China recebe cinema brasileiro no seu circuito comercial", realçou a produtora e curadora da semana, Fernanda Bulhões.

A exibição dos oito filmes brasileiros, todos legendados em chinês, é parte da programação do 5º Festival Internacional de Cinema de Pequim, cujo júri inclui, também pela primeira vez, um cineasta brasileiro, Fernando Meirelles.

Quase todos os filmes incluídos na mostra de Pequim estrearam no ano passado. Segundo Fernanda, as obras pretendem "mostrar a diversidade do cinema brasileiro e as peculiaridades da cultura do país, e não o estereótipo que todo o mundo conhece acerca do Brasil".

Um dos filmes, com o título em inglês Love Film Festival, foi parcialmente rodado em Portugal, sob a direção de três autores, Vinicius Coimbra, Juancho Cardona e Manuela Dias.

'Trinta', de Paulo Machline, 'O menino no espelho', de Guilherme Fiuza Zenha, 'O último cine drive-in', de Iberê Carvalho, 'Quando eu era vivo', de Marco Dutra, 'O lobo atrás da porta', de Fernando Coimbra, e o mais aclamado filme de Fernando Meirelles, 'Cidade de Deus', são os outros títulos do cartaz.

"Nos últimos dez anos, começou um movimento de renascimento do cinema brasileiro. O mercado está começando a aceitar o cinema brasileiro", disse Meirelles, em entrevista coletiva em Pequim. De acordo com Meireles, os filmes brasileiros já representam de "15 a 20%" do mercado cinematográfico local. Na década de 80, o percentual era "1% ou 2%".

Entre os 15 filmes selecionados para a mostra competitiva figuram a coprodução sino-francesa Wolf Tottem, dirigida por Jean-Jacques Arnaud, e The Taking of Tiger Moutain, do chinês Hank Tsui. O júri é presidido pelo cineasta francês Luc Besson.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA