Palma de Ouro terá disputa sem latinos

Lista dos concorrentes para o principal prêmio do Festival de Cannes é dominada por títulos da Europa e América do Norte

por Estado de Minas 17/04/2015 10:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
LOIC VENANCE/AFP
O diretor do festival, Thierry Fremaux (à dir.) e o presidente Pierre Lescure, anunciam programação (foto: LOIC VENANCE/AFP)
Sem um único longa-metragem brasileiro ou latino-americano, a lista dos filmes que concorrerão à Palma de Ouro, prêmio maior do Festival de Cannes, na França, foi anunciada ontem pelo diretor da mostra competitiva, Thierry Fremaux. Entre os 17 selecionados desta 68ª edição, que começa dia 13 do mês que vem, italianos e franceses predominam com quatro e três produções, respectivamente – mais filmes deverão ser incorporados a essa relação em breve, que deverá chegar a cerca de 20 concorrentes.

Entre os destaques, estão filmes de Jacques Audiard (Dheepan; França), Gus Van Sant (The sea of trees; Estados Unidos), Paolo Sorrentino (La giovinezza; Itália), Matteo Garrone (Il Racconto dei racconti, Itália) e Todd Haynes (Carol; Estados Unidos). Como de costume, a lista contempla países periféricos do ponto de vista da produção cinematográfica, a exemplo de Taiwan, China, Noruega, Grécia e Hungria. A propósito, um filme turco (Kis Uykusu, de Nuri Bilge Ceylan) foi o vencedor da Palma de Ouro ano passado.

Alguns dos atores de peso presentes nas produções deste ano são Rachel Weisz e Vincent Cassel, em dois filmes cada (respectivamente, The lobster e La giovinezza; e Il racconto dei racconti e Mon roi), além de Salma Hayek, Cate Blanchet, Michael Fassbender, Marion Cotillard, Colin Farrell, Léa Seydoux, Emmanuelle Bercot (também diretora de La tête haute, que abrirá o festival), Michel Caine, Harvey Keitek, Jane Fonda, Matthew McConaughey, Emily Blunt e Benicio Del Toro, entre outros.

Fora da competição oficial, serão exibidas novas produções como as de Woody Allen, Irrational man (com Joaquin Phoenix e Emma Stone), e George Miller, Mad Max – Estrada da fúria.Na ocasião, também estreará o novo filme de animação dos estúdios Pixar/Disney, Divertida mente, de Pete Docter e Ronaldo Del Carmen.

Na mostra Un Certain Regard, estão filmes predominantemente asiáticos, como o indiano Fly away solo, de Neeraj Ghawyan, Journey to the shore, do japonês Kiyoshi Kurosawa, e Nahid, do iraniano Ida Panahandeh. Quase 1,9 mil filmes foram enviados de vários países para a organização do festival.


68º festival de cannes

Veja a relação dos longas em competição

• 'Dheepan', de Jacques Audiard (França)
• 'La loi du marché' (A lei do mercado), de Stéphane Brizé (França)
• 'Marguerite et Julien', de Valérie Donzelli (França)
• 'Il racconto dei racconti' (O conto dos contos), de Matteo Garrone (Itália)
• 'Carol', de Todd Haynes (EUA)
• 'The assassin' (Nie Yinniang), de Hou Hsiao-Hsien (Taiwan)
• 'Mountains may depart' (Shan He Gu Ren), de Jia Zhangke (China)
• 'Our little sister', de Hirokazu Kore-Eda (Japão)
• 'Macbeth', de Justin Kurzel (Austrália)
• 'The lobster', de Yorgos Lanthimos (Grécia)
• 'Mon roi' (Meu rei), de Maãwenn (França)
• 'Mia madre', de Nanni Moretti (Itália)
• 'Son of Saul' (Saul Fia), de Laszlo Nemes (Hungria)
• 'La giovinezza' (Youth), de Paolo Sorrentino (Itália)
• 'Louder than bombs', de Joachim Trier (Noruega)
• 'The sea of trees', de Gus Van Sant (EUA)
• 'Sicario', de Denis Villeneuve (Canadá)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA