Após problemas com autora, diretora de '50 tons de cinza' abandona franquia

Informação foi confirmada por Sam Taylor-Johnson ao US Weekly

por Fernanda Machado 26/03/2015 19:09

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO / JOHN MACDOUGALL
Sam Taylor-Johnson (à direita) com Dakota Johnson e Jamie Dornan, protagonistas do longa (foto: AFP PHOTO / JOHN MACDOUGALL )

A diretora de 'Cinquenta tons de cinza' anunciou nesta quinta-feira, 26, que abandonará a franquia. De acordo com entrevista da cineasta à publicação norte-americana US Weekly, Sam Taylor-Johnson não participará das sequências da adaptação cinematográfica da saga de livros da autora E.L. James.

 

Veja fotos de 'Cinquenta tons de cinza'

 

"Não vou voltar para dirigir as sequências, não desejo nada além de sucesso para quem assumir os desafios emocionantes do filme", disse a diretora. O motivo do afastamento teria sido uma série de desentendimentos com E.L. James. "Nós defitivamente lutamos, mas eram lutas criativas e que gostaríamos de resolvê-las", revelou.

Recentemente, E.L. James havia afirmado que tinha a intenção de assumir um maior controle sobre as adaptações de suas obras na trilogia para o cinema. Devido ao fato, as gravações do segundo filme devem atrasar. O lançamento do segundo longa-metragem está previsto para o fim de 2016.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA