Terrence Malick falta à própria estreia

Recluso diretor americano não vai à exibição de 'Knight of cups'; longa de Anna Muylaert repete o bom desempenho do Festival de Sundance e é aplaudido em mostra paralela

por Carolina Braga 10/02/2015 11:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
John MacDougall
A atriz Natalie Portman chega para a sessão de gala de 'Knight of cups', no Festival de Berlim (foto: John MacDougall)
Depois de ter boa recepção no Festival de Sundance, o novo trabalho da diretora Anna Muylaert testou a acolhida do público do Festival de Berlim. Na sessão de estreia de 'Que horas ela volta?' na seção paralela Panorama, na noite do último domingo, as palmas duraram até o fim dos créditos, um sinal de que a trajetória internacional do longa já é a melhor da carreira da diretora de 'Durval discos' e 'É proibido fumar'.

No mês passado, Regina Casé e Camila Márdila dividiram o prêmio de melhor atriz no festival de Sundance pela atuação no longa. 'Que horas ela volta?', 'Ausência', de Chico Teixeira, e o documentário dirigido por Walter Salles 'Jia Zhang-ke', um homem de Fenyang, são os destaques brasileiros na extensa programação da mostra alemã.

CRISE  O fim de semana na Berlinale foi marcado pela estreia do novo projeto do diretor Terrence Malick, um dos mais esperados desta edição. Em 'Knight of cups', Christian Bale interpreta um astro de hollywood em crise de identidade. Natalie Portman e Cate Blanchett também estão no elenco. O diretor não compareceu à première na Alemanha.

Na coletiva de imprensa, os atores falaram sobre o modo particular que o diretor de 'A árvore da vida' (2011) tem de filmar. “O que eu aprendi com Malick foi que as regras de como filmar não são necessárias”, comentou Portman. “Terrence não nos contou a respeito de quê o filme falava”, completou Christian Bale. A repercussão de 'Knight of cups' nas redes sociais foi bastante morna.

O ator James Franco virou figurinha fácil no tapete vermelho de Berlim. Depois de desfilar ao lado de Nicole Kidman para a apresentação de 'Queen of the desert', de Werner Herzog, ele também está no elenco de 'I am Michael', de Justin Kelly. Trata-se de mais uma biografia cinematográfica de Michael Glatze. Ele foi ativista dos direitos homossexuais, mas passou a condenar a sua própria condição. Tornou-se pastor, ex-gay e figura ferrenha na luta contra os gays.

Entre as estreias ainda previstas na Berlinale, está o novo filme do diretor homenageado Wim Wenders. Detalhe: mais uma presença de James Franco. Em Everything will be fine, ele divide o elenco com Charlotte Gainsbourg e Rachel McAdams. O longa será apresentado fora de competição.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA