Tecnologias de 'De volta para o futuro 2', de 1989, começam a se tornar reais

A poucos dias de 2015, período imaginado pelos roteiristas do filme, a viagem no tempo continua impossível, mas muitas previsões presentes na película já fazem parte do nosso cotidiano

por Alexandre de Paula 28/12/2014 10:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução / Youtube
(foto: Reprodução / Youtube)
Em 'De volta para o futuro 2', Marty McFly desembarca no ano de 2015. Skates voadores, aviões que filmam e voam sem pilotos, telas imensas e planas. A tecnologia era muito surpreendente para a época em que o longa foi lançado. O segundo filme da trilogia saiu em 1989. Tantos anos depois e a poucos dias de 2015 — período imaginado pelos roteiristas do filme —, a viagem no tempo continua impossível, mas muitas previsões presentes na película já fazem parte do nosso cotidiano. Listamos algumas das tecnologias mostradas em 'De volta para o futuro 2' que se tornaram realidade no século 21.

Reprodução / Youtube
(foto: Reprodução / Youtube)


Sem rodas
Uma startup da Califórnia construiu, neste ano, o primeiro protótipo real de um skate voador similar ao hoverboard que aparece no filme. A tecnologia utiliza magnetismo para tornar possível o funcionamento. Ao se repelirem, ímãs de cargas opostas (no skate e no solo) permitem que equipamento flutue.

Reprodução / Youtube
(foto: Reprodução / Youtube)


Tablets e computadores portáteis
Quando o computador surgiu com medidas generosas (o primeiro ocupava uma sala toda), era difícil imaginar que ele pudesse ser carregado por aí em bolsas. 'De volta para o futuro 2' previu que em 2015 os computadores seriam finos e muito pequenos. Com a proliferação dos tablets e computadores portáteis, essa previsão virou realidade há alguns anos.

Reprodução / Youtube
(foto: Reprodução / Youtube)


Óculos tecnológicos
Óculos inteligentes ainda não são visto com frequência pelas ruas. Eles, no entanto, já são realidade. Com o acessório, é possível interagir com diversos conteúdos de realidade aumentada, tirar fotos, enviar mensagens instantâneas, entre outras possibilidades. Em uma das cenas do longa, na casa do protagonista Marty, os filhos adolescentes utilizam óculos muito semelhantes aos que seriam desenvolvidos décadas depois.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA