Sundance Channel lança canal aberto à programação independente

Novidade deste mês está focada na exibição de filmes e séries que tenham alguma relação com o festival norte-americano criado por Robert Redford

por Carolina Braga 22/11/2014 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sundance Channel/divulgação
Cena de Mother of George, que será exibido hoje no Brasil (foto: Sundance Channel/divulgação)
Um canal aberto à programação independente mundial. É essa a proposta do Sundance Channel. A novidade deste mês na grade da operadora Sky está focada na exibição de filmes e séries que tenham alguma relação com o festival norte-americano criado por Robert Redford, famoso por revelar talentos e produções à margem dos grandes estúdios.

É esse o caso de Mother of George. O filme de Andrew Dosunmu ganhou o prêmio de excelência em cinematografia e foi indicado para o prêmio especial dos jurados na edição do ano passado de Sundance. Além disso, foi exibido nos festivais de Nova York, San Sebastián e Cannes. Ele estreia agora na América Latina.

Mother of George trata da ansiedade e da pressão social para ter um filho vivida por um casal nigeriano nos Estados Unidos. “Esse é um tema universal e, ao mesmo tempo, fala de forma específica sobre uma cultura da África”, comenta o diretor. O estilo de Andrew Dosunmu caiu no gosto da crítica internacional. Para ele, não se trata de ter característica própria. São apenas escolhas. “Tento fazer o que gosto”, resume.

Sobre o fato de Mother of George estrear na televisão, o diretor não acredita que haverá mudança no modo como os espectadores se relacionam com sua obra. O filme de Dosunmu faz parte da maratona 48 horas de Festival de Sundance e vai passar às 13h45 deste sábado. Hoje, às 22h, o Sundance Channel também exibirá a produção independente Halley, do diretor mexicano Sebastian Hofmann.

Amanhã, o público poderá ver o documentário The meteor, do francês François Delisle, às 20h30; e Circles, de Srdan Golubovic, o diretor do polêmico – e proibido no Brasil – A servian film (2011), às 22h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA