Quentin Tarantino afirma que vai se aposentar após o décimo filme da carreira

Prestes a lançar o oitavo longa da carreira, 'The Hateful Eight', cineasta poderia lançar o terceiro Kill Bill e teria apenas mais um filme na conta até parar de gravar

11/11/2014 10:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jerod Harris/Getty Images/AFp
(foto: Jerod Harris/Getty Images/AFp)
O aclamado diretor de cinema Quentin Tarantino revelou, em conversa com agentes do mercado cinematográfico norte-americano, que pretende se aposentar depois do décimo filme. O conteúdo do bate-papo foi divulgado pelo site Deadline, que ainda afirmou que o cineasta estava acompanhado pelos atores Kurt Russell e Samuel L. Jackson, estrelas de 'The Hateful Eight', próximo e oitavo filme de Tarantino.

“Eu não acredito em ficar no palco até as pessoas pedirem para que você saia. Eu gosto da ideia de deixá-los querendo um pouco mais. Eu acho que dirigir filmes é um jogo para os jovens e gosto de que exista um cordão umbilical que ligue o meu primeiro ao meu último filme”, disse o diretor.

Vale lembrar que depois de 'The Hateful Eight', Tarantino deve lançar o aguardado terceiro filme da franquia Kill Bill. Ele já seria o nono de sua carreira, sobrando apenas mais um. “Não quero ridicularizar qualquer um que pense diferente, mas quero deixar isso enquanto ainda tenho fôlego. Vou deixar uma filmografia de dez filmes, então tenho mais dois a seguir depois desse.”

Apesar do discurso de despedida, o cineasta relativizou a decisão, afirmando que nada é definitivo. “Não está gravado em uma pedra, mas esse é o plano. Se eu chegar ao décimo, fizer um bom trabalho e não estragar tudo, parece ser um bom jeito de encerrar uma carreira. Se, depois, eu cruzar com um bom filme, não vou deixar de fazê-lo só porque eu disse que não faria. Dez filmes e pronto. Deixar todos querendo mais. Isso me parece certo”. Sará que ele se aposenta mesmo?

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA