O que esperar de Star Wars: Episódio VII?

Longa, que teve seu título revelado nessa quinta-feira, chega aos cinemas em dezembro de 2015

por Pedro Siqueira 08/11/2014 17:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Lucasfilm/Divulgação
Elenco original durante filmagens de "O retorno de Jedi", em 1983 (foto: Lucasfilm/Divulgação)
Há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante... Assim começam todos os seis filmes da saga Star Wars, que em 2015 ganha um novo capítulo. Dirigido por J.J. Abrams (Star trek), 'Star Wars: The Force awakens' ('O despertar da Força', em tradução livre), promete o retorno do trio original de heróis Luke Skywalker (Mark Hamill), Han Solo (Harrison Ford) e Princesa Leia (Carrie Fisher). Mas a questão que fica na cabeça dos fãs é: onde os heróis se encaixariam em uma aventura ambientada 30 anos depois da trama original?

Os que não quiserem saber demais sobre o filme que se aproxima, provalvemente não devem continuar a ele. É que, segundo informações vazadas do roteiro e sets de filmagem, o longa deve ter uma abordagem mais sombria. Uma das teorias especuladas dá conta de que Luke Skywalker, ele mesmo, seria o grande vilão da trama. "Mas ele não era o grande herói?", você deve estar pensando.

Fontes que afirmam ter visto as artes conceituais do novo filme garantem que J.J. Abrams quer Skywalker sombrio, após ter sucumbido ao Lado Negro da Força. Tal pai tal filho, ele se tornaria um novo Darth Vader. Apesar de não ser confirmada oficialmente por ninguém ligado diretamente ao filme, a teoria casa com o que já havia sido ventilado, que após o final de Episódio VI: O retorno de Jedi, Luke teria desaparecido e começado a viver como um recluso. Será?

O título oficial do longa, The Force awakens, também gera dúvida. Que despertar seria esse? Viria por aí uma nova geração de cavaleiros Jedi? O fato é, como a história pula 30 anos no tempo, não veremos nosos heróis favoritos da mesma forma. Experências, traumas, tudo deve se integrar à profundidade dramática de cada personagem.

No quesito técnico, o filme também não deve se prender muito à computação gráfica. Segundo o cineasta Kevin Smith, que teve o privilégio de visitar os sets de filmagem do longa, Abrams estaria filmando com o mínimo de computação gráfica possível, deixando o filme mais real e humano, atendendo aos pedidos dos fãs, que constantemente reclamavam do excesso de CGI e da falta de profundidade dramática dos episódios I, II e III (lançados entre 1999 e 2005).

Boatos à parte, a expectativa por Star Wars: Episódio VII só aumentam. Dirigido por J.J. Abrams (Star trek), o longa chega às telonas em dezembro de 2015, trazendo em seu elenco novos nomes como John Boyega, Daisy Ridley e Adam Driver, ao lado do trio original de heróis Mark Hamill, Harrison Ford e Carrie Fisher. A vencedora do Oscar Lupita Nyong'o e a atriz Gwendoline Christie (Game of thrones) também estão no elenco. Que a Força esteja com J.J. Abrams!

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA