Cineasta planeja filmar história "sangrenta" do caso Richthofen

Fernando Grostein, 33 anos, disse ser fascinado pela história de Suzane von Richthofen há dez anos

por Correio Braziliense 04/11/2014 16:34

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Tuca Vieira/Folha Imagem
O filme ainda não tem data para começar a ser filmado (foto: Tuca Vieira/Folha Imagem)
A história do assassinato do casal Richthofen, que chocou o Brasil em 2002, deve virar filme. O diretor de 'Na Quebrada', Fernando Grostein, 33 anos, comprou os direitos de adaptação do livro 'Richthofen: O Assassinato dos Pais de Suzane', de Roger Franchini, na última sexta-feira (31/10), de acordo com publicação da revista Veja Brasília.

Fernando, que é irmão do apresentador Luciano Huck, contou que ainda quer conhecer a protagonista do caso, a jovem Suzane von Richthofen, pessoalmente. Ela foi condenada a 38 anos de prisão por ser a mentora da morte dos próprios pais, Manfred e Marísia com a ajuda do então namorado, Daniel Cravinhos, e o irmão do rapaz, Cristian Cravinhos. O casal foi assassinado enquanto dormia, com golpes de uma barra de ferro.

"Há dez anos pelo menos eu estudo a história dela. Sou fascinado pelo drama psicológico do caso e quero fazer um filme", disse o cineasta que pretende fazer um filme ao estilo Quentin Tarantino, "sangrento".

Na última semana, Suzane voltou aos noticiários ao oficializar o casamento com a detenta Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de um empresário em São Paulo. As duas estão presas em Tremembé, São Paulo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA