Eric Bana debuta no terror em 'Livrai-nos do Mal', que estreia nesta quinta

Australiano divide seu tempo entre o cinema e sua grande paixão, os carros

por Agência Estado 18/09/2014 09:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução/YouTube
Ator dedica maior parte do tempo ao automobilismo e à velocidade. Às vezes faz um ou outro papel no cinema. (foto: Reprodução/YouTube)
Poucos personagens conseguem tirar o australiano Eric Bana de casa. Ou melhor, da garagem. Fascinado por carros de corrida e assíduo competidor em provas de rali, o ator de 46 anos leva o hobby cada vez mais a sério - a ponto de rodar apenas um filme por ano e passar o restante do tempo em Melbourne, dedicado à paixão por velocidade e automobilismo. "Minha garagem é meu refúgio. Trabalhar nos meus carros é uma terapia", disse o ator, mais conhecido por interpretar o vilão Nero em 'Star Trek' (2009), o agente do serviço de inteligência israelense em 'Munique' (2005), o guerreiro Hector em 'Troia' (2004) e o gigante esverdeado em 'O Incrível Hulk' (2003).

Quando aceita um convite para filmar, geralmente encarna tipos intensos e explosivos - como o policial nova-iorquino Ralph Sarchie de 'Livrai-nos do Mal', que chega aos cinemas nesta quinta-feira, 18. O longa de Scott Derrickson (de 'O Exorcismo de Emily Rose', de 2005) é inspirado no livro de memórias de Sarchie, 'Beware the Night', de 2001.

Hoje aposentado, o investigador teria trabalhado em casos de possessões demoníacas, "poltergeists" (manifestações que deslocam objetos) e casas mal-assombradas nas ruas do Bronx. Uma dessas investigações, em que Sarchie teria presenciado sessão de exorcismo, é reconstituída no filme, o primeiro do gênero de terror da carreira de Bana. "Quando era criança, adorava produções de dar medo. Nunca esqueci da minha reação ao ver O Exorcista, aos 8 anos. Passei noites sem dormir", recordou.

Durante a preparação para 'Livrai-nos do Mal', Bana conheceu Sarchie, que mostrou ao ator o vídeo de exorcismo do caso tratado no filme. "Aquelas imagens nunca mais sairão da minha cabeça." O policial que interpreta passa as noites nas ruas, tentando desvendar casos que o deixam atormentado e afetam o seu relacionamento com a mulher (Olivia Munn, da série 'Newsroom').

Formado pelo National Institute of Dramatic Art, de Sydney, o ator com quase 30 títulos na bagagem nunca se deixou aprisionar num único papel. Por mais que seus personagens sempre tenham densidade, não se sabe exatamente o que esperar de Bana, esteja ele em filmes de ação, thrillers, dramas, épicos, romances ou comédias. O que ele procurou fazer foi evitar a repetição, ainda que os cachês milionários de Hollywood costumem acabar nas mãos de quem se especializa num papel. "Acabo aceitando rodar os filmes que gostaria de ver, geralmente os mais calcados no desenvolvimento dos personagens."

O estilo de vida glamouroso em Los Angeles não atrai Bana. "Só passo o tempo necessário na cidade e volto correndo para Melbourne", afirmou o ator, casado com a ex-relações públicas Rebecca Gleeson, com quem tem dois filhos: Klaus, de 15 anos, e Sophia, de 12. "Quando não estou com a família, certamente estou pilotando os meus carros ou escondido na garagem, sujo de graxa. Não quero outra vida."
 
Assista ao trailer de 'Livrai-nos do mal':
 
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA