Nos 20 anos dos Cavaleiros do Zodíaco, relembre aberturas de animes clássicos

Lançamento do anime "Os Cavaleiros do Zodíaco", em 1994, animou o mercado brasileiro a investir em séries nipônicas

por Diário de Pernambuco 10/09/2014 15:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Toei Animation/Divulgação
Sucesso da adaptação para a TV do mangá d'Os Cavaleiros do Zodíaco impulsionou mercado de animes no Brasil (foto: Toei Animation/Divulgação)
Há 20 anos, Os Cavaleiros do Zodíaco estreavam na TV Manchete. A série, inspirada no mangá de Masami Kurumada lançados nos anos 1980 no Japão, alavancou os índices de audiência da emissora, então à beira da falência, com picos de 15 pontos no Ibope.

O sucesso do anime abriu as portas do mercado brasileiro para as produções japonesas de televisão e fortaleceu o interesse pelos mangás, lançados aqui desde o fim da década de 1980. Os primeiros, como O lobo solitário, eram adaptados para a leitura ocidental, ou seja, da esquerda para a direita.

A Manchete já era conhecida por exibir séries de heróis japoneses, como Jaspion, Jiban, Jiraya, Black Kamen Ryder e Changeman, mas nada semelhante ao fenômeno de Seiya e seus companheiros. Os mangás, revistas, álbuns de figurinhas e até o disco com a trilha sonora vendiam feito água. A dupla infantil Larissa e William, que cantava o tema principal, alcançou programas de outros canais, como o Xuxa Hits, da Globo.

Foi a deixa que o mercado dos desenhos japoneses precisava para invadir a TV brasileira. A Manchete investiu ainda em Yu Yu Hakusho, Sailor Moon, Shurato, Samurai Warriors e Supercampeões. O SBT apostou em Dragon Ball e Guerreiras Mágicas, a Globo em Sakura Card Captors, Super Pig e Digimon e a Record ficou com os monstrinhos de Pokémon, sucesso mundial até hoje. Na TV fechada, culminaram Naruto e One Piece.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA