Polêmico filme sobre Brittany Murphy estreia neste sábado nos Estados Unidos

Pai da atriz descreve o longa-metragem como "hediondo e completamente falso" e critica a escolha da atriz Amanda Fuller como protagonista

por Diário de Pernambuco 06/09/2014 12:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 Jemal Countess/Getty Images/AFP
(foto: Jemal Countess/Getty Images/AFP)
Angelo Bertolotti, pai de Brittany Murphy, que foi encontrada morta em seu apartamento em 2009 aos 32 anos, tem protestado contra o telefilme sobre a vida da atriz que será exibido neste sábado, nos Estados Unidos, pelo canal de TV Lifetime. Ele classifica o filme de “hediondo e completamente falso.” E declara: “Sinto-me enjoado e envergonhado que a Lifetime tenha decidido produzir tal lixo, denegrindo a memória de minha filha linda e talentosa”, disparou ao site 'Examiner'.

No Twitter, ele criticou a escolha da atriz Amanda Fuller para ser a protagonista. “Minha filha ficaria horrorizada em saber quem eles escolheram para interpretá-la e o quão barato é tudo isso”, disse. 'The Brittany Murphy story' repassa a trajetória da atriz, que participou dos filmes 'Grande menina, pequena mulher' e 'As patricinhas de Beverly Hills', fala do mistério de sua morte e explora as tentativas de seu pai para reabrir o caso da morte alegando que as provas forenses indicam que ela foi envenenada.

Um dos pontos abordados no filme seria o abandono do pai quando Brittany tinha 2 anos. Ele nega. Alguns sites também compartilham de mesma opinião sobre o elenco do filme. O 'TV Guide' e o 'Vulture' já descreveram o filme como "horrível" e espantoso".

Assista ao trailer do filme:

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA