Leandro Hassum fala sobre 'Vestido para casar', filme que estreia nesta quinta

Ator estreia ainda em 2014 outros dois longas

por Estado de Minas 07/08/2014 08:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
GuiMaia DanBehr/Divulgação
Leandro Hassum e Renata Dominguez em 'Vestido pra casar' (foto: GuiMaia DanBehr/Divulgação)
Leandro Hassum não perde apenas a piada, também não deixa passar qualquer chance de brincadeira. Se atende ao telefone para a entrevista já pedindo um pão de queijo, no minuto seguinte mantém humor em tom mais sério para explicar Vestido pra casar, o novo filme protagonizado por ele, que estreia hoje. “É um vaudeville, uma comédia de erros, aquela bateção de porta no teatro. Se de um lado entra o marido, do outro sai o amante”, exemplifica. É também próprio desse gênero que a estrutura seja frágil, para contar com a destreza dos atores e do texto.

Há pelo menos quatro anos o ator é cotado para protagonizar o longa. “O produtor foi o primeiro cara que me chamou para conversar, dizendo achar que eu tinha tamanho para protagonizar um filme. Só que os tempos nem sempre são os que queremos. Fui realizando outros filmes, e chegou a hora de fazer. Nunca acho que atrasou, mas chegou na hora certa”, diz.

Há tempos no ramo, Hassum garante que a experiência do vaudeville no cinema, sob a direção de Gerson Sanginitto e Paulo Aragão, deu certo. “A grande estrela é o texto. Temos que jogar em função dessa história e ela ficou muito bem contada”, elogia.

saiba mais

A trama de Vestido pra casar parte de uma situação banal: Fernando (Leandro Hassum) rasga, sem querer, um vestido de grife de Valentina (Renata Dominguez), em um aeroporto. Inventa uma mentirinha para resolver a questão e, como é próprio do gênero, a coisa vira uma grande confusão.

“A história é em cima de uma mentira, mas o roteiro dessa comédia de erros nos permitiu fazer um filme que o espectador não consegue respirar. As subtramas surgem uma atrás da outra até o fim, em ritmo alucinante”, afirma Paulo Aragão, um dos diretores. Além de Leandro Hassum, estão no elenco Júlia Rabello, conhecida do Porta dos Fundos, Marcos Veras, André Matos, Renata Dominguez e Catarina Abdala, entre outros. “A convivência foi muito incrível. A gente se divertia com a história do filme. Acaba que os personagens não são o mais importante e isso é uma coisa curiosa”, comenta Fernanda Rodriguez. (CB)

Vem aí...

Hassum

Ainda este ano, Leandro Hassum protagoniza outros dois longas. O candidato honesto, com direção de Roberto Santucci (Até que a sorte nos separe 1 e 2) estreia em outubro. Na sequência tem Os caras de pau, versão para a telona do seriado que fez com Marcius Mellhem. Hassum também estreou em novelas este ano. Ele é o Barata em Geração Brasil. “Disseram-me que no início eu estranharia muito, pois vinha da linha de shows, que grava menos. Falaram que sofreria, mas me enganaram direitinho. A carga é maior, mas é um barato.”

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA