Irvine Welsh confirma sequência do filme 'Trainspotting'

Em entrevista sobre novo livro, 'The Sex Lives of Siamese Twins', autor confirma sequência de filme dirigido por Danny Boyle

por Agência Estado 07/07/2014 14:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
REUTERS/Suzanne Plunkett
(foto: REUTERS/Suzanne Plunkett )
"Fãs me ofereciam drogas durante o lançamento dos meus livros no passado." Estas palavras, são do autor Irvine Welsh, de 55 anos, se referindo a uma época que ficou para trás. O escritor escocês que se tornou conhecido pelo clássico 'Trainspotting' (adaptado para o cinema) e por histórias que frequentemente envolviam viciados e os bastidores do mundo pesado das drogas, trocou os narcóticos pela academia. Desde que se mudou para Miami Beach, em 2009, Welsh adotou estilo de vida saudável, deixando para trás a indulgência em drogas que tornou suas histórias famosas.

Em seu novo livro, 'The Sex Lives of Siamese Twins', ele trata da obsessão pelo corpo perfeito - e das cabeças vazias de South Beach. O livro aborda vício e violência, mas mantendo um tema central: comida. Na história, a personal trainer desbocada, preconceituosa e bissexual Lucy Brennan é convencida de sua superioridade. Ela desenvolve um relacionamento instável com uma cliente obesa e insegura. Lucy é, talvez, a protagonista mais desprezível de qualquer livro já escrito por Welsh. Para ela, mulheres são vagabundas e homens igualmente não prestam. Em Londres, durante o lançamento do livro, Welsh explicou que "foi fácil escrever as passagens de sexo entre mulheres". "Eu não me sinto um pervertido de meia idade escrevendo sobre mulheres jovens. Minhas duas mãos se mantiveram no teclado o tempo todo", brincou ele. "A expressão da sexualidade feminina mudou muito nos últimos vinte anos, em especial por conta da internet. Hoje, as mulheres são consideradas mais consumidoras de pornografia que os homens e elas tem orgulho disso."

Welsh explicou que, com o novo livro, quis fazer algo diferente. "Eu estava em uma academia em Miami quando vi uma personal trainer maltratando uma cliente que começou a chorar. Eu pensei: como ela pode pagar caro para ser abusada?", disse, explicando a ideia do livro. "Eu sempre tive interesse por esportes e artes e o que eu descrevo é muito parecido com o que acontece em Miami. As pessoas são obcecadas pelo corpo perfeito. É uma coisa americana", afirmou intrigado pelos contrastes do país do fast-food.

Cinco anos atrás, Welsh se mudou para os Estados Unidos com sua segunda esposa, que é vinte anos mais nova. Ele tem casas em Chicago e Miami, mas é a Florida que claramente o fascina. Ele conta que queria escrever sobre o relacionamento dos americanos com a comida. "Eu não tinha percebido isso até viver lá. As pessoas falam sobre comida como nós conversamos sobre o tempo. O que eles comeram, o que vão comer", disse. O autor, que descreveu viciados injetando heroína na virilha, trocou de obsessão. Welsh abraçou o estilo de vida saudável com a paixão de um viciado de verdade. Ele diz que corre "todos os dias" e pratica boxe.

Desde o lançamento de 'Trainspotting', que o tornou conhecido e originou o filme de Danny Boyle, Welsh escreveu doze livros - quatro deles se tornaram filmes. Mas 'The Sex Lives' é incomum por apresentar mulheres, e americanas, como protagonistas. "Eu já escrevi demais sobre homens", comentou o escocês, que parece ter se apaixonado com a América. "Tudo lá é tão diferente. É por isso que eu gosto de escrever sobre eles. É tão inspirador viver lá", completou.

Sobre a esperada sequência de 'Trainspotting', ele confirmou que será realizada e dirigida novamente por Danny Boyle. "Queremos fazer algo que seja contemporâneo, mas não queremos destruir o legado de 'Trainspotting'", disse. "Eu e o Danny passamos uma semana em um apartamento na Escócia revendo os roteiros e o livro. Mas, se o roteiro não for bom, não faremos. Não insultaríamos os atores com algo que não seja bom", disse. Welsh revelou que também está escrevendo o roteiro da continuação do filme 'Spring Breakers'.

Em agosto, a editora Rocco publica, em português, o último sucesso de Welsh: 'Skagboys'. Em quase 600 paginas, o oitavo romance é o encerramento da trilogia iniciada por "Trainspotting" e seguida por "Porno", de 2002. Os livros acompanham os personagens, seus vícios em heroína e as situações que decorrem dele. 'Skagboys' é a história pré-Trainspotting, e aborda o primeiro contato de Renton e Sick Boy com drogas pesadas, revelando como eles se tornaram junkies. Welsh admitiu que usou várias passagens originalmente escritas para 'Trainspotting' neste livro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA