Família de ganhador tenta vender Oscar e é processada pela Academia de Hollywood

Prêmio de 1942 pertencia a diretor de arte que morreu em 1985; leilão rendeu quase 80 mil dólares

por AFP 02/07/2014 17:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

AFP PHOTO/Robyn BECK
Por contrato, Academia tem preferência na compra de qualquer estatueta, sempre a 10 dólares (foto: AFP PHOTO/Robyn BECK )
A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood está processando a família de um ganhador de Oscar por ter leiloado a estatua, descumprindo o contrato assinado com a instituição. A Academia assegura que a família do diretor de arte Joseph Wright, que levou o Oscar por 'Minha namorada favorita' (1942), leiloou o troféu por 79.200 dólares no mês passado.

 

Segundo o contrato que todos os ganhadores de Oscar assinam com a Academia, a prestigiosa instituição tem a primeira opção de compra de qualquer estatueta a um preço estipulado de 10 dólares. "A Academia nunca quis que o Oscar fosse tratado como um artigo negociável", assinala o texto do processo, segndo a revista The Hollywood Reporter.

 

A Academia afirma que a família de Wright, que morreu em 1985, fez um acordo com o leiloeiro Briarbrook para realizar o leilão, ocorrido em 24 de junho. O leiloeiro ainda não reagiu à notícia do processo. Não é a primeira vez que a Academia abre um processo contra a venda de sua estatueta. Em fevereiro de 2012, tentou - mas não conseguiu - bloquear o leilão de 15 troféus por 3 milhões de dólares. Entre eles, estava o Oscar de melhor roteiro para Herman Mankiewicz por "Cidadão Kane" 1941).



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA