Cineasta de Brasília grava curta-metragem durante a Copa do Mundo

Roteiro traz uma história de amor em meio aos jogos e protestos

por Luana Brasil 19/06/2014 14:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Bruno Caldas
João Campos, ator, durante a gravação de 'De Repente' (foto: Bruno Caldas)
A Copa do Mundo efervesceu bem mais que a economia e o turismo brasilienses. A arte e a produção cinematográfica também encontraram no mote um campo fértil para criações. É o caso do curta-metragem 'De repente' do jovem cineasta Bruno Caldas. “É um filme que se passa durante a Copa do Mundo. Aproveitamos o campeonato para fazer as filmagens externas”, conta o idealizador.

Um casal se conhece durante a Copa do Mundo no Brasil. Cacal, uma jovem de 20 anos, fica desamparada em Brasília ao brigar com sua namorada. Cansada da aridez do Cerrado, São Paulo é sua nova terra prometida. Em meio à turbulência pessoal, conhece Osmar, um jornalista esportivo de 25 anos que a convida para ir à Chapada Imperial - um dos mais belos cartões postais da natureza do Cerrado. Essa aventura de descobertas pessoais em meio à paisagem do Planalto Central pode redefinir suas vidas. 

“Tentamos trabalhar elementos além das questões pessoais dos personagens, ainda que o lesbianismo da protagonista seja um traço bastante explorado na narrativa”, explica Caldas. As manifestações que precederam - e pontuam - a Copa do Mundo, bem como os conflitos adjacentes e as filigranas da cultura brasileira são elaborados paralelamente à história de amor.

A equipe ainda está em fase de captação de imagens, aproveitando a movimentação de torcedores em torno do Estádio Mané Garrincha. Não há previsão para finalização da obra.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA