Clássicos voltam aos cinemas em ação da Cinemark

A partir deste fim de semana seis filmes restaurados serão reexibidos nas telonas

por Mariana Peixoto 27/05/2014 08:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Miramax/Divulgação
Vinte anos depois do lançamento, 'Pulp fiction - tempo de violência', com Samuel L. Jackson e John Travolta, estará de volta à telona (foto: Miramax/Divulgação)
Assistir Quentin Tarantino celebrando os 20 anos de 'Pulp fiction – Tempo de violência' no Festival de Cannes ao lado John Travolta e Uma Thurman (eles até emularam a dança icônica do filme no tapete vermelho) foi tão celebratório quanto nostálgico, no bom sentido. O mundo é outro, o cinema também, e a violência expressa no filme foi diluída em inúmeras tentativas de cineastas de soarem “tarantinescos”. Filme-marco da década de 1990, foi um dos escolhidos para a primeira temporada de clássicos do Cinemark. Entre junho e julho, os cinemas da rede, em todo o Brasil, vão exibir seis longas-metragens que tornaram-se, uns mais, outros menos, representativos de seus respectivos períodos.

São eles 'Taxi driver' (1976), 'Pulp fiction – Tempo de violência' (1994), 'Laranja mecânica' (1971), 'Os embalos de sábado à noite' (1977), 'Grease – Nos tempos da brilhantina' (1978) e 'Bonequinha de luxo' (1961). Todos os longas serão exibidos em cópias restauradas digitalmente. É o filme de Martin Scorsese estrelado por Robert De Niro, que vive um taxista nova-iorquino, que abre a programação, no próximo fim de semana. A estreia será neste sábado, às 23h55 – em BH, a sessão noturna será somente no cinema do Pátio Savassi. Nos cines BH e Diamond só serão exibidas as reprises, no domingo e na quarta-feira posteriores.

Depois dessa temporada, já foram definidas as produções que serão apresentadas no segundo semestre: O poderoso chefão, Forrest Gump – O contador de histórias, Império do sol, História sem fim, Quanto mais quente melhor e Lawrence da Arábia. As datas ainda estão em aberto.

,TEMPORADA DE CLÁSSICOS
Em BH as sessões serão nos cines, aos sábados, às 23h55 (somente o cinema do Pátio), domingos, às 12h30 e às quartas, às 19h30 (essas sessões serão no Pátio, BH e Diamond). Ingressos: R$ 14 e R$ 7 (meia). A venda para Taxi driver começa amanhã.

Os escolhidos

. 'Taxi driver '
(31 de maio, 1º e 4 de junho)
Veterano do Vietnã, Travis Bickle é um motorista de táxi de Nova York que trabalho no turno da noite. Solitário na metrópole, revolta-se contra a miséria, a violência e a prostituição à sua volta. Martin Scorsese e Robert De Niro já haviam trabalhado junto três anos antes, em Caminhos perigosos. Por causa desse filme, os produtores, que haviam pensado em Brian De Palma para a direção, decidiram que os dois deveriam se reunir novamente. Depois de Táxi driver, Scorsese dirigiu De Niro em outros seis longas.

.'Pulp Fiction – Tempo de violência'
(7, 8 e 11 de junho)
Venceu uma série de prêmios, entre eles um Oscar, um Globo de Ouro, dois Baftas, e a Palma de Ouro em Cannes. O roteiro costura diferentes narrativas que se relacionam por meio da violência. Entre os personagens estão Vincent Vega e Jules Winnfield, dois assassinos profissionais que trabalham fazendo cobranças para um poderoso gângster, e o pugilista Butch Coolidge, pago para sucumbir a uma luta que acaba não perdendo. Em baixa na carreira, John Travolta só foi chamado para o papel de Vincent Vega porque o ator original, Michael Madsen, estava envolvido em outro filme.

. 'Laranja mecânica'
(14, 15 e 18 de junho)
Inspirado em livro de Anthony Burgess de 1962, o filme é centrado na figura de Alex, violento líder de uma gangue de delinquentes que, num futuro indeterminado, mata, rouba e estupra. Uma vez preso, Alex entra para um programa que pode reduzir seu tempo na cadeia, desde que vire cobaia de experimentos destinados a conter os impulsos destrutivos do ser humano. No Brasil, a censura barrou a produção de Stanley Kubrick, fazendo com que alguns brasileiros fossem ao Uruguai ver o longa. Uma vez liberado, o filme foi exibido com marcas pretas que cobriam órgãos sexuais nas cenas de nudez.

. 'Os embalos de sábado à noite'
(21, 22 e 25 de junho)
O musical de John Badham foi o responsável pela explosão da carreira de John Travolta. Tony Manero é um jovem do Brooklyn e um excelente dançarino de disco music. Sob a influência de seu irmão, um padre frustrado, e de sua parceira de dança, começa a questionar a maneira como encara a vida. Paralelamente, vive uma crise amorosa, enquanto se prepara para participar de um concurso em uma discoteca. Manero voltaria seis anos mais tarde, na continuação Os embalos de sábado continuam, que não fez o mesmo sucesso.

. 'Grease – Nos tempos da brilhantina'
(28, 29 de junho e 2 de julho)
Lançado em 1978, na esteira do sucesso de Os embalos de sábado à noite, traz novamente Travolta como protagonista. Só que desta vez o universo é mais pueril, do encontro de um casal que se conhece na Califórnia da década de 1950, durante as férias de verão. Apaixonados, separam-se, mas acabam se reencontrando na escola. Houve uma sequência em 1982, mas sem Travolta e Olivia Newton-John.

. 'Bonequinha de Luxo'
(5, 6 e 9 de julho)
Dirigido por Blake Edwards, foi inspirado no livro Breakfast at Tiffany's, de Truman Capote, também o título original do filme. Holly Golightly é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a se casar com um milionário. Perdida entre a inocência, a ambição e a futilidade, toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany’s. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak, jovem escritor bancado pela amante. Originalmente, o papel que marcou toda a carreira de Audrey Hepburn não seria dela, e sim de Kim Novak.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA