Filme sobre o músico Nelson Triunfo é premiado em festival

'Triunfo', que conta a história do dançarino pernambucano, foi premiado pelo juri no In-Edit Brasil, festival de documentários musicais realizado em São Paulo

por 13/05/2014 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Panteras Negras/Divulgação
O músico e dançarino Nelson Triunfo é cultuado pelo movimento hip-hop brasileiro (foto: Panteras Negras/Divulgação )
O filme 'Triunfo', sobre um dos pioneiros do hip-hop no Brasil, o músico e dançarino Nelson Triunfo, ganhou o prêmio do júri na competição nacional do festival de documentários musicais In-Edit Brasil. Realizado entre 1º e 11 deste mês, em São Paulo, o festival agora segue para Salvador, onde fica até o dia 18.

Dirigido por Cauê Angeli e Hernani Ramos, o longa vencedor conta a história do homem considerado pai do movimento hip-hop no país, cultuado por artistas de várias gerações. Em outubro, o filme será exibido na edição do festival de Barcelona.

Nascido em Triunfo, interior de Pernambuco, Nelson Gonçalves Campos Filho, de 59 anos, é uma lenda do rap brasileiro. Na década de 1980, com sua gigantesca cabeleira black power, Nelsão parava o trânsito no Centro de São Paulo com suas performances. Daqueles tocas-fitas saíam clássicos do soul e do funk. Em plena ditadura militar, o dançarino cabeludo chegou a ser preso várias vezes.

Entre os office boys que o admiravam estava Kleber Simões, que se tornaria KL Jay, um dos integrantes do grupo Racionais MCs, outra lenda do hip-hop brasuca. O pioneiro Thaíde credita a Nelsão Triunfo sua entrada na cena do rap.

Nelson fundou a Casa do Hip-Hop, em Diadema (SP), voltada para jovens em situação de vulnerabilidade social. Atuante às vésperas de se tornar sessentão, ele defende a nova geração de rappers – Emicida, Criolo e Projota – das críticas dos veteranos.

CIRCO Outros filmes premiados no In-Edit foram 'A farra do circo', de Roberto Berliner e Pedro Bronz, e 'Olho nu', de Joel Pizzini. 'O primeiro', sobre a história do Circo Voador, lendária casa de shows no Rio de Janeiro, recebeu menção honrosa, enquanto o longa de Pizzini, que conta a história do cantor Ney Matogrosso, foi o escolhido pelo júri popular.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA