Bob Hoskins: ator britânico deixa legado extenso com mais de 30 anos dedicados ao cinema

Consagrado em longas como 'Uma cilada para Roger Rabbit' e 'Mona Lisa', artista morreu aos 71 anos

por AFP 30/04/2014 20:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
STF / AFP
Em 1986, Hoskins venceu o prêmio de Melhor Ator em Cannes por 'Mona Lisa' (foto: STF / AFP)
O ator britânico Bob Hoskins, famoso por filmes como "Uma Cilada para Roger Rabbit?" e "Mona Lisa", faleceu aos 71 anos em consequência de uma pneumonia, informou nesta quarta-feira seu agente.

O londrino, que ganhou fama por seus papéis em filmes policiais britânicos nos anos 1980, antes de iniciar uma prolífica carreira em Hollywood, faleceu na terça-feira à noite em um hospital, ao lado da família, segundo seu agente, Clair Dobbs. "Bob morreu em paz no hospital durante a noite, cercado por sua família", afirma um comunicado.

"Estamos devastados pela perda de nosso querido Bob", afirmam no comunicado os quatro filhos do ator e sua segunda esposa, Linda. Hoskins, de aspecto bonachão, sofria com o Mal de Parkinson, o que o levou a anunciar em 2012 o fim de sua carreira cinematográfica, iniciada nos anos 1970.

Em seu último papel, o ator britânico interpretou um dos sete anões em "Branca de Neve e o Caçador" (2012), do diretor Rupert Sanders. Sua interpretação do detetive Eddie Vailant em "Uma Cilada para Roger Rabbit?" (1988) rendeu fama mundial e valeu uma indicação ao Globo de Ouro em 1989.

Também foi indicado ao Oscar e venceu o Globo de Ouro por "Mona Lisa" (1986), de Neil Jordan. Em 2006 voltou a ser indicado ao Globo de Ouro, na categoria coadjuvante, por "Sra. Henderson Apresenta". Durante a longa carreira de quase 70 filmes, Hoskins trabalhou com diretores como Steven Spielberg em "Hook: A Volta do Capitão Gancho" (1991) ou Atom Egoyan em "O Fio da Inocência" (1999).

Nasceu em 1942 em Suffolk, no leste da Inglaterra, depois que sua mãe, uma cozinheira de escola, foi retirada de Londres durante a Segunda Guerra Mundial, e deixou a escola aos 15 anos. Teve uma série de trabalhos ocasionais, entre eles como motorista de caminhão, antes de estrear como ator.

Costumava dizer que havia começado a atuar acidentalmente, depois de ter sido chamado por engano para um teste enquanto esperava um amigo. Hoskins começou a trabalhar na televisão e abriu caminho para o cinema com sua interpretação de um gângster londrino condenado em "Caçada na noite", em 1980, que lhe valeu uma indicação para os prêmios do cinema britânicos, os Bafta.

Apesar de sua baixa estatura, possuía uma poderosa presença nas telas, sempre muito convincente em seus papéis de personagens raivosos. No entanto, também tinha um lado cômico, e um de seus papéis mais conhecidos foi o do detetive em "Uma Cilada para Roger Rabbit?".

Ainda que Hoskins fosse conhecido por seu forte sotaque londrino, renunciou a ele pela linguagem americana quando o trabalho exigia, como ocorreu no filme "Nixon", no qual Hoskins interpreta o chefe do FBI, J. Edgar Hoover.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA