Cine PE será promovido de 26 de abril a 2 de maio

Além da competição principal, festival terá outras três mostras

por Estado de Minas 01/04/2014 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Fox Filmes/Divulgação
'O Grande Hotel Budapeste', de Wes Anderson, abre o Cine PE em 26 deste mês (foto: Fox Filmes/Divulgação)
Os longas 'O menino no espelho' (Brasil/MG), com direção de Guilherme Fiuza Zenha; 'Muitos homens num só' (Brasil/RJ), de Mini Kerti; 'Romance policial' (Chile/Brasil/RJ), de Jorge Durán; 'Mundo deserto de almas negras' (Brasil/SP), de Ruy Veridiano; 'Todos tenemos un plan' (Argentina), de Ana Piterbarg; e Anni Felici (Itália), de Daniele Luchetti, foram selecionados para disputar o prêmio principal da Mostra Internacional de Cinema do Recife, que será promovida de 26 deste mês a 2 de maio.


Além da mostra, o festival terá a Mostra Pernambuco (de curtas pernambucanos); a Mostra Curta Brasil (curtas nacionais); e o Doc Cine PE (documentários nacionais e estrangeiros em longa-metragem). Realizado por Alfredo Bertini e Sandra Bertini, sócios da produtora BPE, o Cine PE tem este ano curadoria do jornalista e crítico de cinema Rodrigo Fonseca.


Para a Mostra de Cinema Internacional do Recife, foram selecionados seis filmes, três nacionais 100% inéditos e uma coprodução Brasil-Chile, também em première mundial, além de um argentino e um italiano. A Mostra Curta Brasil terá sete filmes e a Mostra Pernambuco, seis curtas. A programação diária será divulgada este mês. “O festival representa a diversidade do cinema nacional e agora passa a contar também com produções internacionais importantes, a começar pelo filme hors concours de abertura”, diz Alfredo Bertini, referindo-se à comédia O Grande Hotel Budapeste, do cineasta americano Wes Anderson.


Consagrado pela crítica, o longa estrelado por Ralph Fiennes é inédito no Brasil e teve sua estreia mundial na noite de abertura do Festival de Berlim, em fevereiro deste ano. A produção, que estreia em maio nos cinemas brasileiros, narra o auge e o declínio do hotel de luxo e os ensinamentos de um mordomo requintado a um rapaz em início de carreira. Outro título fora de competição é o nacional Getúlio, de João Jardim, que também estreia nos cinemas em maio.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA