Eric Dane vai estrelar a série The last ship

Conhecido por interpretar o médico conquistador de Grey's anatomy, o papel como Tom Chandler vai permitir ao ator se afastar do estereótipo do galã

por Raquel Lima 29/03/2014 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Lucy Nicholson/Reuters
Eric Done (C) fala sobre The last ship ao lado da atriz Rhona Mitra e do produtor Steve Kane, na Califórnia (foto: Lucy Nicholson/Reuters)


Los Angeles (EUA) – O norte-americano Eric Dane, de 41 anos, é como um post popular nas redes sociais: basta aparecer para ganhar corações e polegares em riste. A persona que o californiano exibe o aproxima do interlocutor como se ele fosse um vizinho ou um parente. Nos estúdios Midia City, onde a série The last ship está sendo rodada, o ator falou sobre o novo projeto. A estreia foi marcada para o segundo semestre, informa o canal pago TNT.


Eric dedicou sete anos à TV, ficou conhecido como o doutor bonitão Mark Sloan da série Grey’s anatomy (Sony) e fez papéis em longas como Marley e eu (2008) e Burlesque (2011). “Depois de 140 episódios de Grey’s... e com meu segundo bebê a caminho, queria uma folguinha para ficar em casa. Afinal, trabalhei duro. Mas Michael Bay me falou sobre The last ship. Honestamente, foi um dos melhores pilotos que já li”, contou.


O cineasta Michael Bay, produtor-executivo da nova série do TNT, pesou na decisão de Eric de interromper as “férias” iniciadas na temporada de Grey’s anatomy de 2012. Encantado com o roteiro, o ator aceitou embarcar no novo projeto.Apesar de não esconder sua falta de vocação militar, Dane vem de uma família ligada aos quartéis. “Adoraria que The last ship tivesse nove, 10 temporadas. Em termos de consultoria, estética e produção, nunca soube de um seriado como esse. A melhor locação ficava em San Diego, no mar, em um destróier da Marinha. Vi manobras reais com torpedos, foi uma experiência inesquecível”, revelou.


Nos últimos quatro meses, filmar os 10 episódios da primeira temporada exigiram empenho do californiano. Eram cinco dias de trabalho por semana, com jornada diária nunca inferior a 12 horas. Na época de Grey’s..., ele gravava apenas dois ou três dias por semana – mas, também, não era o protagonista da trama, passada no Hospital Seattle Grace.
ALQUIMISTA “Sou fã do Michael Bay. Vi o primeiro Transformers, além de Armagedon e Pearl Harbor. Ele é um alquimista da câmera em movimento, tem olho afiado para a ação. Dirigiu as cenas do piloto em pleno Ártico, e elas ficaram a cara dele. Os cenários são gigantescos: não é apenas uma explosão, mas uma explosão real, com pessoas caindo de um helicóptero”, diz o empolgado Dane.


O papel de capitão Thomas Chandler possibilitou-lhe estrear em produções do gênero. “No filme Marley e eu, persegui um cachorro pela praia. Até então, essa foi toda a ação que interpretei”, diverte-se. Anos a fio na pele do cirurgião plástico Mark Sloan, o McSteamy (ou McQuente) de Grey’s anatomy, fizeram com que a atenção dos telespectadores se voltasse para a inegável beleza e a voz rouca de Eric Dane.


“Não me incomodo em falar sobre McSteamy, pois ele me trouxe até aqui. Mas sempre procurei personagens antiMcSteamy. Busco constantemente interpretar na contramão do estereótipo. Tom Chandler é totalmente oposto a Mark Sloan”, avisa.

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA