Entrega do Oscar não é exibida na Venezuela

Cerimônia era exibida há 39 anos pelo canal Venevisión, que não comprou os direitos de transmissão deste ano

por AFP - Agence France-Presse 02/03/2014 23:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Christopher Polk/Getty Images/AFP
Jared Leto, vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, falou sobre a Venezuela em seu discurso (foto: Christopher Polk/Getty Images/AFP)
Pela primeira vez em 39 anos, os venezuelanos não podem acompanhar a entrega do prêmio Oscar no canal de sinal aberto Venevisión, que este domingo anunciou que não comprou os direitos de transmissão, um dia depois do governo denunciar uma campanha para que os artistas do evento em Hollwyood se pronunciassem contra o país.

"Queremos informar que este ano nao temos os direitos de transmissão do prêmio Oscar", indicou a Venevisión em se Twitter, convidando em outra mensagem que o público veja os resultados da premiação no @venevision.

A ministra venezuelana da Comunicação, Delcy Rodríguez, indicou no sábado, no Twitter, que "extremistas de direita fazem lobby em Hollywood em busca de pronunciamentos contra a Venezuela na entrega dos prêmios Oscar!", dentro da onda de protestos contra o governo de Nicolás Maduro.

O ator Jared Leto, que levou o Oscar de melhor ator coadjuvante por seu papel em 'Clube de compras Dallas' na noite deste domingo, em seu discurso de agradecimento, saudou os sonhadores, principalmente da Ucrânia e Venezuela.

"A todos os sonhadores do mundo que estão vendo isso esta noite, Venezuela, quero lhes dizer: estamos aqui por vocês", afirmou.

"E enquanto lutam para que seus sonhos se tornem realidade, para viver o impossível, nós estaremos pensando em vocês esta noite", acrescentou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA