BH é cenário de filme eleito para o Festival de Berlim

Com previsão de estreia para maio de 2014, no Brasil, 'O homem das multidões participará da 64ª mostra do evento

por Gracie Santos 20/12/2013 07:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Still/Reprodução
'O homem das multidões', com Paulo André, foi rodado em BH e tem o metrô como cenário (foto: Still/Reprodução)
A dobradinha Minas-Pernambuco conquistou Berlim. Ficção que encerra a trilogia sobre a solidão de Cao Guimarães (depois de 'A alma do osso' e 'O andarilho'), 'O homem das multidões', realizado em parceria com o diretor pernambucano Marcelo Gomes, foi selecionado para a mostra Panorama da Berlinale. O filme está entre os 19 da primeira leva (serão 50 escolhidos entre milhares) anunciada ontem para a mostra paralela do 64º Festival de Berlim, que ocorre entre 6 e 16 de fevereiro de 2014. Outro brasileiro na lista – 'Hoje eu quero voltar sozinho' –, longa de estreia do paulista Daniel Ribeiro sobre um adolescente cego e homossexual, baseado no curta premiado em Paulínia, que já teve mais de 2,5 milhões de visualizações no YouTube.

Inteiramente rodado em Belo Horizonte, 'O homem das multidões', que conta a história de dois ferroviários, Margô (Silvia Lourenço) e Juvenal (Paulo André, do Galpão), é baseado em conto de Edgar Allan Poe. “A solidão é tema muito presente na cultura europeia. O conto é inglês, então, achamos que na Alemanha o filme terá compreensão muito boa. Tratamos de questão muito presente na sociedade urbana e essa será a primeira exibição fora do Brasil (o longa levou o Redentor de direção do Festival do Rio deste ano),” afirma Marcelo Gomes, contando que eles foram convidados para importantes festivais estrangeiros (“mas ainda é segredo”).

O diretor diz ainda que a receptividade tem sido muito e que ele e Cao Guimarães estão felizes de participar “da mostra de maior público dos festivais internacionais (ingressos são colocados à venda), de grande visibilidade e em um mercado forte”. Produzido por Beto Magalhães, da Cinco em Ponto, e João Viera Jr., da REC Produtores, o longa tem a Figa Films como agente internacional e será distribuído no Brasil pela Espaço Filmes, com previsão de estreia para maio.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA