Poema de Marcelo Yuka é transformado em curta

Ex-integrante do Rappa e diretora carioca Prisci La Guedes são os responsáveis por levar 'Agora nesse momento' às telas

por Estado de Minas 13/11/2013 09:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Arquivo Pessoal
Marcelo Yuka está adorando a experiência de trabalhar com Prisci La Guedes (foto: Arquivo Pessoal)
Terminam no fim do mês as filmanges de 'Agora nesse momento', ficção romântica com pitadas de road movie inspirada no poema de mesmo nome, escrito por Marcelo Yuka, ex-baterista da banda O Rappa. A diretora carioca, Prisci La Guedes, avisa que pretende fazer uma série de curtas inspirados em músicas.

“Trabalhar com o Marcelo é enriquecedor. Estar perto de alguém tão profundo e sincero em suas obras é uma honra”, afirma a diretora adepta do Super 8 que, desta vez optou pelo digital. Yuka conta que o filme fala sobre uma viagem pessoal em busca de maturidade, a procura do “quem sou agora nesse momento”. “Criamos um personagem que, por causa de uma decepção amorosa, sai à procura de um motivo e isso o leva a descobrir um pouco do que ele é de verdade”, explica.

O filme é o diário de um homem, vivido pelo ator João Velho, que foge de sua história para viajar, pois estava cansado da vida sufocante que levava ao lado da jovem esposa. Na viagem, ele é surpreendido, tem encontros especiais e ensinamentos, maiores do que planejou. Ele fugiu da vida que tinha, para se encontrar consigo mesmo.

“Dirigir o João não é difícil porque, embora ele seja jovem, tem bastante experiência com câmeras, além ser um ator sensível e atento à direção. Às vezes, ele completa as frases que estou lendo do roteiro com o tom de voz ainda melhor do que o pretendido. Isso mostra um grande potencial de atuação na hora da filmagem”, conta Prisci La.

Para Yuka trabalhar com Prisci La tem sido muito importante. “Deslumbramos uma cumplicidade que só experimentei com meus amigos Paulo Lins e Katia Lund (roteirista e codiretora de 'Cidade de Deus'), em projetos como os videoclipes 'Minha alma' e 'O que sobrou do céu', com um adendo a mais, que é a habilidade fotográfica que a Prisci La tem de muito bom gosto e criatividade.”

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA