Longa 'Deserto azul' adere ao crowdfunding

por 20/10/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 Eder Santos/Divulgação
Odilon Esteves é Ele na ficção científica Deserto Azul, novo longa de Eder Santos (foto: Eder Santos/Divulgação)
Termina hoje o prazo para participação na vaquinha para finalização do longa Deserto azul, o segundo do diretor e artista plástico mineiro Eder Santos. O cineasta, que está em Berlim, Alemanha, onde estão sendo realizados os efeitos especiais de sua ficção científica, aderiu ao crowdfunding para terminar a obra. O financiamento coletivo já soma mais de US$ 11.500. Para participar, basta entrar no site www.indiegogo.com, digitar na busca “Blue Desert”, clicar no filme e, na sequência, em contribuir. Além de nomes nos créditos, colaboradores podem optar por assistir ao filme antes da estreia, receber blu-ray etc.

A ficção se passa em uma era na qual a religiosidade, os esportes, a memória e a veracidade entraram em desuso, os encontros já não ocorrem apenas no âmbito da presença física. Ele (Odilon Esteves), homem atormentado, parte em busca de respostas existenciais na companhia de um robô transmissor de imagens e habilidades cerebrais digitais. No caminho, conhece Alma (Maria Luiza Mendonça), que o prepara para transcender até o Deserto Azul. Ainda no elenco, Chico Diaz, Ângelo Antônio, Leonardo Fernandes e Michelle Castro.

O roteiro é do próprio Eder Santos em parceria com Mônica Cerqueira (e colaboração de Daniel Toledo, Thiago Villas Boas e Márcio Almeida). Sobre a trama, o diretor, que filmou em Brasília (“cidade ainda esvaziada e ideal como cenário de um futuro árido”) e no Atacama, Chile (que o personagem de Chico Diaz pinta de azul), afirma: “Cada um pinta seu deserto ou cada um encontra o seu pintor no deserto. O primeiro passo é ir à procura. Ir atrás da Alma.”

Vale uma visita à página do filme no Indiegogo, onde estão imagens do desenvolvimento dos cenários e um extenso e caprichado historyboard feito por Santos. Também na página, informações sobre o projeto, que começou em 2005.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA