Alain Delon abandona comitê do Miss França por polêmica sobre extrema-direita

Ator se desentendeu com outros membros que não gostaram de uma declaração dele a um jornal suíço

por AFP 18/10/2013 14:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Thomas Samson /AFP
Ator se declarou favorável ao avanço do partido de extrema-direita Frente Nacional (foto: Thomas Samson /AFP)
Alain Delon decidiu abandonar seu título de presidente de honra vitalício do comitê da Miss França depois de uma polêmica com os organizadores do concurso de beleza por declarações de apoio do ator à extrema-direita.

"Seu comitê reagiu em público com veemência a minhas declarações sobre a política na França. Eles têm todo o direito de fazer isso", escreveu Delon à sociedade Miss França, segundo uma cópia do texto obtida pela agência de notícias AFP, onde anuncia sua decisão de renunciar ao título.

Em um comunicado, a sociedade Miss França discordou das declarações de Delon a um jornal suíço, nas quais aprovava o avanço na França do partido de extrema-direita Frente Nacional.

A sociedade Miss França afirmou que se trata de um concurso dedicado ao entretenimento e que as posições políticas de seus membros devem permanecer à margem do evento.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA