Filmes para assistir com os pequenos no Dia das Crianças

Seja nas telas dos cinemas ou no sofá da sala, essas produções prometem muita diversão ao lado dos pimpolhos no feriado

por Fernanda Machado 11/10/2013 12:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

O 12 de outubro é das crianças, e ai do pai que ouse contrariar o pequeno na data! Pois foi pensando no dia em que as crianças mandam e desmandam que o Divirta-se preparou uma lista com onze filmes para os pimpolhos e papais apaixonados pela sétima arte.



Seja nas salas de cinema ou no sofá da sala, o que não faltam são opções para a família toda. Desenhos, animações, vencedores do Oscar e clássicos que marcaram época prometem agradar grandes e pequenos de todas as idades. Então escolha o seu favorito prepare o balde de pipoca e se aconchegue cadeira, que a sessão já vai começar!

Veja a lista dos dez filmes para assistir com os filhos:



NOS CINEMAS

Divulgação
(foto: Divulgação )
Tá chovendo hambúrguer 2


Continuação das aventuras do abilolado Flint Lockwood, a animação 'Tá chovendo hambúrguer 2' repete a receita e mantém o ritmo nonsense do original. Desta vez, as estrelas da vez são os comidanimais, híbridos de comida e bichos criados pela invenção do cientista. Resultado: hambúrgueres, morangos, pepinos, alhos, cebolas, mangas, abacaxis, queijo, tudo tem vida própria.

Com participações de ícones do humor como Bill Hader, Will Forte e Andy Samberg, 'Tá chovendo hambúrguer 2' promete risadas tanto para crianças e adultos. O filme está em cartaz em versões 2D e 3D.

Divulgação
(foto: Divulgação)
Dragon Ball Z – A batalha dos deuses


Este clássico das telinhas ganha os cinemas no fim de semana das crianças com a promessa de apagar os erros cometidos por 'Dragon Ball evolution', de 2009. Desta vez Goku, Gotenks, Piccolo e Vegeta deixam o live action de lado e voltam às telas em versão original. Em 'Dragon Ball Z – A batalha dos deuses', os Z-Fighters devem enfrentar Bills, o Deus da Destruição, que desperta após um sono de 15 anos em busca de vingança. O filme tem censura 10 anos e, com tanta pancadaria, pode agradar os mais grandinhos.

Divulgação / Dsiney
(foto: Divulgação / Dsiney)
Aviões


A animação da Pixar bebe no mesmo universo de 'Carros' e conta a história de Rusty, um aviãozinho que deixa a fazenda para encarar uma corrida com as melhores aeronaves ao redor do mundo. A versão brasileira do longa conta com Carolina Santos Duavião, uma “aviã” tupiniquim dublada por ninguém menos que a baiana Ivete Sangalo. Disponível em cópias 2D e 3D. A censura é livre.

 

PARA VER EM CASA

Divulgação / Pixar
(foto: Divulgação / Pixar)
Toy Story

A animação da Pixar lançada em 1995 se tornou um dos desenhos mais cultuados da década 90 e continua a fascinar crianças e adultos. As aventuras do caubói Woody e do astronauta Buzz Lightyear ganharam um epílogo com 'Toy Story 3', em 2010. Maior bilheteria em animação de todos os tempos, a conclusão deixou muito marmanjo com os olhos marejados. Nada melhor então que relembrar os brinquedos de Andy em uma verdadeira maratona da trilogia. Que tal?

Divulgação / Disney
(foto: Divulgação / Disney)
O rei leão


Lançado pela Disney em 1994, 'O rei leão' foi um verdadeiro divisor de águas para o estúdio. Ao narrar a história do leãozinho Simba, feito órfão após a morte de seu pai, Mufasa, 'O rei leão' trouxe um novo olhar sobre temas espinhosos como a morte e o abandono. O desenho ainda conta com uma trilha sonora com canções que marcaram gerações e se tornaram anacrônicas, tanto em suas versões em português quanto no inglês. O filme foi remasterizado e ganhou versão em 3D nos cinemas em dezembro de 2011.


Divulgação / Warner Bros.
(foto: Divulgação / Warner Bros.)
Os Goonies


Quem viveu a infância nos anos 90 cresceu assistindo à busca dos Goonies pelo tesouro de Willy Caolho em incontáveis exibições na Sessão da Tarde. Produzido por Steven Spielberg, este clássico de 1985 lançou a carreira de estrelas como Sean Astin (o hobbit Samwise Gamgi de 'O Senhor dos Anéis') e Josh Brolin ('Onde os fracos não tem vez') e inspirou “buddy movies” como 'Super 8', dirigido por J.J. Abrams em 2011. Porque não passar adiante o ritual de se aconchegar no sofá para curtir as trapalhadas de Dado, Mikey, Bocão, Gordo e o monstrengo Sloth ao lado dos pequenos? Recomendamos a versão dublada da produção para uma verdadeira viagem ao túnel do tempo!

Divulgação
(foto: Divulgação)
As bicicletas de Belleville


Não há como não se apaixonar pelo desenho francês de Sylvain Chomet lançado em 2003. O filme, que concorreu ao Oscar de melhor animação em 2004, conta a história de Madame Souza e seu neto, o ciclista Garoto. Treinado pela avó, o jovem arrisca competir na Tour de France, renomada competição de bicicletas. Enxuto nas falas, o longa encanta pelos traços e cores que iluminam cada cena e lembram as primeiras produções da Disney. Fica a ressalva – apesar de belo, o desenho pode impressionar os mais jovens com o grafismo explícito de algumas cenas. O filme não é recomendado para menores de 10 anos.

Divulgação / Columbia Pictures
(foto: Divulgação / Columbia Pictures)
Meu primeiro amor


A açucarada história 'Meu primeiro amor' é outra boa pedida para quem quer fugir da risadaria dos desenhos animados no feriado. Ao narrar o romance de Vada Sultenfuss e Thomas Sennett, esta produção dirigida por Howard Zieff em 1991 aborda, de uma forma doce e livre de didatismos, temas adultos como a morte, o amadurecimento e a descoberta do amor. Além de performances excelentes de Macaulay Culking (Thomas) e Anna Chlumsky (Vada), ambos no auge de suas carreiras, o drama conta com Dan Aykroyd e Jaime Lee Curtis no elenco, também arrebatadores em suas atuações. O final tocante (e honesto) promete amolecer até mesmo o coração dos mais durões, então deixe à postos uma caixa de lenços – acredite, você vai precisar deles.


Divulgação
(foto: Divulgação)
Hook: a volta do Capitão Gancho


Steven Spielberg surpreende o público ao repaginar a famosa história do menino que não queria crescer. Em 'Hook' (1991), o líder dos garotos perdidos cresceu e já não se lembra mais dos encantos da Terra do Nunca. Quando seus filhos são levados por Sininho e sequestrados pelo Capitão Gancho, cabe ao herói voltar para o fantástico mundo e recuperar a infância perdida. Além da superprodução de encher os olhos, 'Hook' conta com excelentes atuações de Robin Williams e Dustin Hoffman, irreconhecível como o temível pirata Capitão Gancho, decididamente a estrela do filme.


Divulgação
(foto: Divulgação)
A invenção de Hugo Cabret


Uma verdadeira homenagem a sétima arte, 'A invenção de Hugo Cabret' é um festim para os olhos. Ao narrar as aventuras do jovem Hugo pelas estações de Paris em 1930, Martin Scorsese mescla fantasia e realidade em uma produção dedicada a ninguém menos que Georges Méliès, um dos precursores do cinema. Tamanho preciosismo rendeu ao título onze indicações e cinco estatuetas do Oscar em 2012.


Divulgação
(foto: Divulgação)
Os saltimbancos trapalhões


A lista do Divirta-se fecha com chave de ouro com uma produção nacional que não pode faltar na coleção dos apaixonados pelo cinema infantil. Um dos melhores títulos dos Trapalhões, 'Os saltimbancos trapalhões' traz a trupe completa em seus anos dourados. Baseada na peça de Chico Buarque, Sergio Bardotti e Luis Bacaloy, a produção de 1981 conta a história de um grupo encarregado de limpar e arrumar o Circo Bartholo, que está prestes a fechar pro falta de público. Barão, dono da atração, decide então colocar Didi, Dedé, Zacarias e Mussum para atuar no picadeiro para atrair a garotada. Resultado: muitas canções, trapalhadas e, no melhor estilo Sessão da Tarde, “grandes confusões”.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA