Sesc Palladium exibe filmes que discutem o fazer cinematográfico

Santiago, de João Moreira Salles, será a última produção exibida na mostra

por Estado de Minas 28/09/2013 11:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Video Filmes/Divulgação
Mostra Cinema em Transe acontece sempre às terças-feiras (foto: Video Filmes/Divulgação)
Em outubro, a programação do projeto Cinema em transe exibe quatro documentários que refletem sobre o próprio fazer cinematográfico, tendo como pano de fundo as questões inerentes à realidade brasileira. As sessões são realizadas às terças-feiras, sempre às 20h, no Cine Sesc Palladium, com entrada franca (retirada de senha 1h antes da exibição). Excepcionalmente, neste mês não haverá sessão em 15/10.

Primeiro longa da mostra (no dia 1º) Tudo é Brasil, de Rogério Sganzerla concentra-se na passagem de Orson Welles pelo Brasil para realizar o longa It´s all true, retratando também o cotidiano dos negros no país. No dia 8, será a vez de Rocha que voa, de Eryk Rocha, que tenta compreender a trajetória de seu pai, Glauber Rocha, ao mesmo tempo em que tece ensaio poético-político sobre o papel dos intelectuais latinos na construção de um discurso antiburguês e anticolonização.

Dia 22 será exibido Cabra marcado para morrer, de Eduardo Coutinho, sobre o líder camponês João Pedro Teixeira, assassinado por ordem dos latifundiários do Nordeste. Santiago, que integra a mostra no dia 29, traz o cineasta João Moreira Salles recuperando suas próprias imagens produzidas anos antes e reflete sobre sua relação com o mordomo da casa em que cresceu, bem como sobre o tempo que separa a filmagem (1992) da edição e corte final do filme (2006).

Cinema em Transe

Em outubro, sempre às terças-feiras, às 20h (exceto dia 15/10). Cine Sesc Palladium, Av. Augusto de Lima, 420, Centro. Entrada franca (retirada de senha 1h antes. Espaço sujeito a lotação). Informações: (31) 3270-8100.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA