Chega a BH documentário com história do primeiro travesti a ocupar cargo político no Brasil

'Kátia', dirigido por Karla Holanda, pode ser visto no Cine 104, na Praça da Estação

22/09/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Em Foco/Divulgação
Kátia foi o primeiro travesti que conquistou cargo político no país (foto: Em Foco/Divulgação)
Chega a BH o documentário Kátia, dirigido por Karla Holanda, sobre a trajetória do primeiro travesti eleito para um cargo político no país. José Nogueira Tapety Filho nasceu em Colônia do Piauí (PI) e passou 16 anos escondido do mundo pelos pais, que carregam sobrenome tradicional da sociedade piauiense.

José enfrentou o preconceito de sua cidade sertaneja, assumiu-se como Kátia na “terra de cabra macho” e serviu à comunidade como parteira. Até briga de casal apartava. Querida pela população, elegeu-se vereadora na década de 1990. Em 2004, o povo a escolheu para ser vice-prefeita de Colônia do Piauí.

As filmagens começaram em 2008, mas o documentário só foi lançado em 2012. O trabalho de Karla Holanda se destacou nos festivais de Brasília, Mix Brasil e For Rainbow, além da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Com 74 minutos, Kátia estará em cartaz até sexta-feira (exceto dia 23), às 20h30, no Cine 104, que fica na Praça da Estação, 104, Centro. Ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA