Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte bate recorde de inscritos e fecha com um total de 130 filmes

Evento tem abertura nesta sexta-feira com show de Fernando Catatau e vai o dia 29 de setembro, no Cine Humberto Mauro

por Carolina Braga 20/09/2013 10:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Árvore de Comunicação/Divulgação
O filme Tremor, domineiro Ricardo Alves Júnior, participa da mostra competitiva nacional (foto: Árvore de Comunicação/Divulgação)
É notório que curta-metragem é zona de risco. Isso significa que, de hoje até o próximo dia 29, quem passar pelo Cine Humberto Mauro deve se lançar às novidades que sempre aparecem no Festival Internacional de Curtas de BH. Com 15 anos de história, e agora procurando reforçar o apelido carinhoso que ganhou ao longo do tempo, o FestCurtasBH inicia a maratona com 130 filmes em competição, além de duas mostras históricas.


“É uma oportunidade singular de ter acesso a essa produção forte e muitas vezes premiada em outras partes do mundo”, destaca Rafael Ciccarini, gerente de cinema da Fundação Clóvis Salgado. Para 2013, com inscrições liberadas pela internet, o número de inscrições bateu recorde. Foram quase 3 mil inscritos na morta competitiva – 2.457 estrangeiros e 483 brasileiros.

Peneirada

A seleção feita por uma comissão de 10 profissionais, dando prioridade ao equilíbrio entre as produções. “Não tem sentido colocar filmes totalmente desiguais”, ressalta Ciccarini, preocupado em dar espaço a variadas vertentes estéticas. “É muito interessante, porque a gente percebe claramente os movimentos pelos quais o cinema eventualmente está passando”, justifica.

Nas mostras especiais haverá uma programação dedicada à memória. Convidada especial, a programadora da Cinemateca Francesa, Nicole Brenez é a responsável pelo recorte “Uma breve história do cinema”, com curtas raros que, exibidos em conjunto, desenham a história do formato. Nicole inclusive vai ministrar curso homônimo entre os dias 23 e 25. Outra seção especial é “Expansões”, elaborada por Hernani Heffner, diretor de conservação do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Outra novidade da edição 2013 do FestCurtasBH é que a Sala Maristella Tristão se integra aos demais espaços do festival no Palácio das Artes, com quatro cabines, com televisão e sistema digital, que vão permitir acesso a todos os curtas inscritos. É a chance de ver trabalhos específicos fora da maratona e conhecer um pouco daqueles que não entraram na competitiva.

 

FESTCURTASBH
Abertura sexta-feira, às 20h, no Cine Humberto Mauro, com show de Fernando Catatau. A programação é dividida por temas, em sessões a partir das 14h15, de amanhã até dia 29, no Cine Humberto Mauro, Sala Juvenal Dias e Espaço Multiuso Mari’Stella Tristão, do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro).. Entrada franca. Retirada de um ingresso por pessoa meia hora antes de cada sessão. Informações: (31) 3236-7400 e no site do festival.

 

Troféu Capivara

Assim como outras premiações internacionais, o FestCurtasBH agora tem o seu mascote. É uma capivara, representada no troféu que será conhecido no dia 29. Serão entregues R$ 5 mil para o melhor filme nacional; R$ 5 mil para o melhor filme internacional; e R$ 2 mil para o melhor filme mineiro. Já o curta-metragem eleito pelo júri popular leva o troféu para casa.

MARATONA

9 dias
130 filmes
52 nacionais
78 estrangeiros

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA