Cine Beto exibe curtas sobre Pixinguinha e o maestro Waltel Branco

O violonista Carlos Walter e o multi-instrumentista Marcelo Jiran participam das sessões que acontecem nesta quinta-feira, no Bairro Santa Efigênia

por Estado de Minas 05/09/2013 08:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

O Cruzeiro/EM/D.A Press
Pixinguinha é relembrado em cineclube da capital (foto: O Cruzeiro/EM/D.A Press)
Chorinho também é cinema. O Cineclube Carlos Alberto Soares de Freitas, o Cine Beto, que funciona no Bairro Santa Efigênia, vai exibir hoje três curtas-metragens sobre esse gênero musical tipicamente brasileiro, com participação do violonista Carlos Walter e do multi-instrumentista Marcelo Jiran. Depois da sessão tem sarau e bate-papo.

A programação reúne 'Um choro de menino' (5min), do ilustrador, animador e designer William Cogo, sobre um garoto que se encontra com mestres da música; 'Chorinhos e chorões' (11min), de Antônio Carlos da Fontoura, sobre o legado de Pixinguinha, Benedito Lacerda, Patápio Silva, Altamiro Carrilho, Luperce Miranda; e 'Descobrindo Waltel' (15min), documentário de Alessandro Gamo sobre a trajetória do maestro Waltel Branco. Esse curta traz depoimentos dos músicos Dom Salvador, Ed Motta, Hermínio Bello de Carvalho e Roberto Menescal, além do pesquisador Sérgio Cabral.

CINE BETO
Exibição de curtas-metragens
Quinta-feira, às 19h30
Endereço: Avenida Brasil, 248, sala 1.102, Bairro Santa Efigênia
Informações: (31) 8899-0201
Entrada franca

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA