Mostra sobre Hitchcock tem fim de semana dedicado a 'Psicose'

'Hitchcock é o cinema' tem no programa, até este domingo, exibição e debate sobre o filme consagrado do autor

por Carolina Braga 16/08/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Arquivo EM
Além de 'Psicose', obra de 1960 (foto) de Alfred Hitchcock, serão exibidas versões do clássico (foto: Arquivo EM )
Não importa quantas vezes você viu Psicose (1960). Uma, duas ou 10. Sempre que se aproximar daquela fatídica cena do banheiro, o frio na barriga será inevitável. Pois neste sábado, você terá a oportunidade de ver não apenas aquela antológica cena criada por Alfred Hitchcock – em digital e película – como também versões do clássico assinadas pelos diretores Richard Franklin (1983) e Gus van Sant (1998).

“Em Psicose, o tema me importa pouco, os personagens me importam pouco, o que me importa é que a montagem dos fragmentos do filme, a fotografia, a trilha sonora e tudo o que é puramente técnico conseguiram arrancar berros do público”, explicou Hitchcock ao cineasta francês François Truffaut. O Dia Psicose terá quatro sessões do filme, além da palestra “Pelo buraco na parede: A revolução de Psicose e a dupla distância do olhar em Alfred Hitchcock” com o crítico e jornalista Marcelo Miranda.

Os outros destaques do fim de semana são as exibições, respectivamente nesta sexta e domingo, da primeira versão de O homem que sabia demais (1934) e também da cópia digital de Um corpo que cai (1958). A mostra Hitchcock é o cinema vai até 5 de setembro, no Cine Humberto Mauro. A entrada para todas as sessões é franca mas os interessados devem retirar os ingressos meia hora antes.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA, DIA 16

 

15h – Um casal do barulho (Mr. & Mrs. Smith, EUA, 1941, 35mm)
17h – O homem errado (The wrong man, EUA, 1957, 35mm)
19h – Debate 1: Ruy Gardnier (crítico de cinema/RJ), João Dumans (curador e pesquisador/BH), Luiz Carlos Oliveira Jr. (crítico de cinema e pesquisador/SP). Mediador: Rafael Ciccarini (professor e gerente de cinema da Fundação Clóvis Salgado)
21h45 – O homem que sabia demais (The man who knew too much, Inglaterra, 1934, 16mm)

SÁBADO, DIA 17  (Dia Psicose)

 

13h45 – Abertura com a presença de Marcelo Miranda (crítico de cinema e jornalista/BH) e Rafael Ciccarini (professor e gerente de cinema da Fundação Clóvis Salgado)
14h – Psicose (Psycho, EUA, 1960, 35mm)
16h – Psicose 2 (Psycho 2, Richard Franklin, EUA, 1983, DVD) – Sessão comentada
18h30 – Psicose (Psycho, Gus van Sant, 1998, DVD)
20h45 – Palestra: “Pelo buraco na parede: a revolução de Psicose e a dupla distância do olhar em Alfred Hitchcock” com o crítico e jornalista Marcelo Miranda.
22h30 – Psicose (Psycho, EUA, 1960, DCP)

DOMINGO, DIA 18

14h20 – A dama oculta (The lady vanishes, Inglaterra, 1938, 35mm)
16h – Séries de TV – Sessão 2 – Alfred Hitchcock apresenta (Episódios: De volta para o Natal, Sábado molhado, O segredo do Sr. Blanchard, DVD)
18h – Um corpo que cai (Vertigo, EUA, 1958, DCP)
20h30 – Os 39 degraus (The thirty-nine steps, Inglaterra, 1935, 35mm)

HITCHCOCK É O CINEMA
Cine Humberto Mauro. Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro, (31) 3236-7400. Entrada franca. Retirada de ingressos meia hora antes do início dos filmes. Programação completa: www.palaciodas artes.com.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA