Indie 2013 será em setembro em BH com retrospectivas e produções atuais de vários países

Dois cineastas contemporâneos conhecidos pela originalidade e imagens impactantes ganham referência este ano na mostra

15/08/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
FIORENZO MAFFI/REUTES
Jean-Claude Brisseau, vencedor do Leopardo de Ouro em Locarno, em 2012, ganhará retrospectiva (foto: FIORENZO MAFFI/REUTES)
Dois cineastas contemporâneos, o francês Jean-Claude Brisseau e o chinês Wang Big, conhecidos, respectivamente, por sua originalidade e imagens impactantes, ganham retrospectiva este ano no Indie 2013 – Mostra de Cinema Mundial, que será promovido em Belo Horizonte, de 6 e 12 de setembro, e em São Paulo, de 20 de setembro a 3 de outubro. Além das retrospectivas, o Indie 2013 exibirá filmes recentes de diversos países.

Entre os destaques da edição deste ano estão o aguardado 'História da minha morte', do diretor catalão Albert Serra, que está na competição do Festival de Locarno 2013, e os premiados Heli, do mexicano Amat Escalante (melhor diretor no Festival de Cannes 2013); 'Um episódio na vida de um catador de ferro-velho', de Danis Tanovic (vencedor de dois prêmios no Festival de Berlim 2013, grande prêmio do júri, Urso de Prata, e o prêmio de melhor ator, Urso de Prata para Nazif Muji); 'Vic + Flo viram um urso', de Denis Cotê (Prêmio Alfred Bauer, Urso de Prata no Festival de Berlim 2013); e a surpresa coreana 'Jiseul', de Meul O. (melhor filme estrangeiro no Festival Sundance 2013.)

A Mostra Mundial traz também um foco no cinema japonês. Dois filmes refletem os abalos causados pelo terremoto e o tsunami de 2011: do importante diretor japonês Masahiro Kobayashi, 'Tragédia japonesa', e o novo filme de Nobuteru Uchida, 'Odayaka'. Além de homenagem ao diretor Kôji Wakamatsu, mestre do cinema japonês que morreu em 2012 (e que teve no Indie retrospectiva em 2008), um dos seus últimos filmes, 'Petrel Hotel Blue'. O público ainda poderá conhecer os diretores cults do cinema contemporâneo americano Andrew Bujalski ('Computer chess'), Matthew Porterfield ('Eu era mais dark'), Dan Sallitt ('O ato indizível') e Shane Carruth ('Upstream color').

Apenas em BH, o programa Indie Brasil exibe o cinema brasileiro atual. Entre os 10 filmes selecionados, destaque para a estreia em longa do mineiro Marcos Pimentel em 'Sopro'; do maranhense Frederico Machado em 'O exercício do caos'; e 'A floresta de Jonathas', do amazonense Sergio Andrade. O programa traz ainda mostra dedicada ao cinema de terror brasileiro com 'Mar negro', de Rodrigo Aragão, e 'Zombio 2: Chimarrão zombies', de Petter Baiestorf.

INDIE 2013
De 6 a 12 de setembro
. Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (329 lugares), Av. Afonso Pena, 4.001, Mangabeiras.
. Cine Humberto Mauro (136 lugares), Av. Afonso Pena, 1.537, Centro.
. Belas Artes Cinema (Sala 1: 138 lugares; sala 2: 123 lugares; sala 3: 76 lugares), Rua Gonçalves Dias, 1.581, Funcionários. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA