Projeto Curta Degustação exibe o curta-metragem 'Macacos me mordam' na Imprensa Oficial

Filme de César Maurício e Sávio Leite é baseado em conto de Fernando Sabino

28/05/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cesar Maurício/Sávio Leite/Reprodução
Conto de Fernando Sabino, 'Macacos me mordam' ganha versão para o cinema em animação (foto: Cesar Maurício/Sávio Leite/Reprodução)
Exibir filmes fora da programação comercial, muitas vezes na contramão da estética – e também da ideologia – convencional e com debate depois das exibições. Essa era uma prática que ajudou a formar público e incentivou muita gente a procurar o cinema como forma de expressão. O cineclubismo, que tem história em Minas, pode ser experimentado agora no projeto Curta Degustação, que exibe nesta terça-feira, às 13h, na Imprensa Oficial, o curta-metragem 'Macacos me mordam', de César Maurício e Sávio Leite.

A história, baseada em conto de Fernando Sabino, apresenta uma cidade que vive um momento de grande agitação com a chegada de macacos. A narrativa foi transposta para o cinema em formato de animação. Sávio Leite é agitador cultural e realizador de filmes que circulam em diversos festivais nacionais e internacionais. O humor e a experimentação são as marcas de seus trabalhos, feitos com técnicas de animação ou 'live action' (sem recursos e intervenções de desenho ou animação de objetos). Sávio é também organizador da Mostra Udigrudi Mundial de Animação, a M.U.M.I.A., que completou 10 anos no ano passado.

O parceiro de Sávio em 'Macacos me mordam', César Maurício, é artista plástico, cineasta e músico, ex-vocalista e compositor do grupo Virna Lisi. Atualmente, o artista mantém o projeto Radar Tantã e tem canções gravadas por Lô Borges e Samuel Rosa. César Maurício tem também produção reconhecida na área de videoclipes.

O Curta Degustação é uma parceria entre o Centro de Estudos Cinematográficos de Minas Gerais (CEC) e o Instituto Humberto Mauro, com o apoio da Imprensa Oficial. O projeto restaura a colaboração entre o CEC e a Imprensa Oficial, que, nos anos 1970, exibiam no auditório do que viria a ser o Teatro Clara Nunes sessões de filmes de Godard, Glauber Rocha, Pasolini e outros cineastas, em plena ditadura militar, seguidos de acalorados debates.


Macacos me mordam
Curta-metragem de Sávio Leite e César Maurício. Nesta terça-feira, às 13h, na Sala Multimídia da Imprensa Oficial, Av. Augusto de Limas, 270 Centro. Entrada franca. Sessão com presença dos realizadores.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA